Diante da possibilidade do colapso da rede de saúde em Campina Grande devido à pandemia de Covid-19, o Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público da Paraíba (MPPB) pedem que prefeitos de 69 municípios analisem a possibilidade de antecipação de feriados, que foi adotada na cidade. A solicitação foi feita por meio de ofícios e publicada nesta quarta-feira (27).

Todos os 69 municípios formam a 2ª macrorregião de saúde da Paraíba e estão localizadas no entorno de Campina Grande, com pacientes que dependem do serviço de saúde da cidade. Por isso, os órgãos alertam sobre a necessidade de atuação conjunta para garantir a estrutura hospitalar.

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta quarta-feira (27), em Campina Grande, 80% de leitos de UTI para adultos e 85% das enfermarias estão ocupados.

Redação com G1

Deixe seu Comentário