A Paraíba o tempo todo  |

Historiador lança neste sábado livro “A economia paraibana do século XIX, e o capital inglês”

Será lançado neste sábado (06), o livro “A economia paraibana do século XIX, e o capital inglês” de autoria do professor e historiador, Josemir Camilo de Melo.  O lançamento acontece às 10h, no espaço da Livraria Cultura, em Campina Grande.

O professor Josemir Camilo explicou que “este livro é um estudo sobre a economia paraibana do século XIX, para tentar entender como uma economia, baseada unicamente em produtos primários, poderia ter atraído capital estrangeiro para uma ferrovia”.

Na obra, ela fala das oscilações do açúcar e do algodão, das crises como as decenais secas, e o movimento quebra-quilos, do atraso na modernização da produção açucareira e dos protestos dos latifundiários no Congresso Agrícola do Recife, em 1878 devido à falta de capital e de investimentos em infraestrutura.

O autor mostra ainda no decorrer do livro, as precárias vias para o escoamento da produção agrícola e nas tentativas de se construir o porto na capital, e o de Cabedelo.
O ponto central do livro é a construção e operação da ferrovia inglesa Conde D´Eu, cuja estação ficava no Varadouro, indo a Pilar e Guarabira, como um ípsilon. Pesquisei todo tipo de transporte, mas o rendimento da empresa apresentava déficits. Para isto, o governo imperial cobria com juros de 7%.

Ele também mostra as reações de paraibanos tanto a favor como contra a ferrovia quanto ao transporte de passageiros e bens para exportação. Republico o relatório do engenheiro fiscal Francisco Soares da Silva Retumba (filho) que criticou a empresa inglesa, apontando erros e soluções e até sonhando com uma rede de 800 km de estradas de ferro na Paraíba. Ele mostra também a luta que foi trazer o trem para Campina Grande, através dos seus dois maiores defensores, Irineu Joffily e Cristiano Lauritzen, mas já sob outra empresa inglesa, a gretueste (Great Western).

Este é o sétimo livro do professor Josemir Camilo. O professor Josemir possui graduação em História pela Universidade Católica de Pernambuco (1974), mestrado em História pela Universidade Federal de Pernambuco (1978) e doutorado em História pela Universidade Federal de Pernambuco (2000), com pesquisas em arquivos ingleses.
Ele tem experiência na área de História, com ênfase em História Regional do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: história econômica (ferrovias, secas escravidão), estudos afro-brasileiros, memória, patrimônio e cultura.

Entre as obras do professor Josemir, destaques para  “Ferrovias Inglesas e Mobilidade Social no Nordeste (1850-1900)”, lançado pela EDUFCG (2008), “Uma Família de Engenheiros Ingleses no Brasil: De Mornay Brothers”, pela Livro Rápido,2008 (Recife-PE); “A primeira ferrovia inglesa no Brasil”.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe