A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) inicia, nesta segunda-feira (8), a última semana da programação ‘Meu Espaço – Compartilhando Cultura’. O projeto é fruto de um edital criado em virtude da pandemia do novo coronavirus (COVID-19), que contemplou mais de 100 artistas paraibanos para apresentações gravadas em vídeos, durante o período de isolamento domiciliar. A sexta semana, que acontece de 8 a 14 de junho, traz 17 vídeos de diversas áreas intercalando entre formações e apresentações.

A programação do Meu Espaço é exibida através do canal da Funesc no YouTube (https://www.youtube.com/funescpbgov), em quatro sessões semanais com duas horas de duração cada, sempre às segundas, quartas, sextas e domingos, a partir das 17h. São produtos audiovisuais nas mais diversas áreas e de vários municípios paraibanos.  Após as transmissões, todo o material fica disponível para quem perder a estreia ou quiser assistir maratonando. A sessão de estreia aconteceu no dia 6 de maio e desde então já são mais de 22,5 mil visualizações só no material do projeto.

Aos sábados, sempre a partir das 17h, acontecem as lives transmitidas pelo perfil da Funesc no Instagram. São momentos de interação entre artistas participantes do projeto e público. A mediação é feita por integrantes da equipe da Funesc e cada artista tem um tempo para falar sobre o trabalho apresentado, seu processo criativo e trajetória artística.

O projeto também traz inclusão social por meio de interpretação em libras em boa parte dos vídeos, garantindo acessibilidade ao público surdo. Para cumprir essa missão conta com a presença do intérprete Nemu Lima.

Última semana –  A segunda-feira (8), começa com o vídeo ‘Criação de Personagens e narrativas visuais em tirinhas’, com Tatiane Almeida. Em seguida, entra em cartaz ‘Milonga Virtual’, com Leo Medina, mostrando sua paixão pelo tango. Na área de teatro, Geyson Luiz exibe a performance Pupilo. O dia termina com ‘Mastigando poesia popular na quarentena’, com Quelyno Souza.

Já a quarta-feira (10) começa com um vídeo sobre ‘O Popular e outras problemáticas’, do antropólogo Darllan da Rocha. Em seguida, estreia o curta ‘Te vejo da janela’, de Lívio Brandão. A literatura é representada por ‘Visitas’, com Thiago Costa. Na sequência, será exibido ‘Viola Violada’, do artista visual Cledyr Pinheiro. Para fechar o dia, estreia o vídeo ‘Slam sinalizado: o surdo tem mãos, o surdo tem voz’, com Kizy Poesia.

Na sexta-feira (12) será exibida a videoaula sobre ‘Cinema na Paraíba: primeiras histórias’, de André Dib. A cultura popular entra em cena com ‘Mestra Têca: suas histórias e trajetória’. Para amantes da dança, a artista Flávia Espinosa mostra o passo a passo do sapateado em ‘Tap em casa!’. Na sequência, o músico Difaria apresenta ‘Dias Nublados’.

Já o domingo é para curtir em família, trazendo opções para adultos e crianças. O dia de exibições começa com ‘Ballet para todos’, de Eduardo Cezário. Em seguida, Flávio Lira enra em cena com a história do Mágico de Oz e dicas de brincadeiras e diversão em casa com o vídeo ‘Quem conta um conto se diverte um tanto’. Na sequência, Caio Fernandes mostra seus conhecimentos circenses e de dança com números de ‘Acrobacia de solo’. Quem fecha a programação é ZEBB com sua proposta musical ‘Ouroboros’.

Sinopses – Meu Espaço:  Compartilhando Cultura – Programação Virtual
Semana 6

08/06 – SEGUNDA

17h – Criação de Personagens e narrativas visuais em tirinhas

Tatiane Almeida – HQ – João Pessoa
Sinopse:  Tatiane Almeida mostra com exemplos práticos e materiais simples, os passos para criação de uma tirinha, desenvolvimento do seu objetivo narrativo, além de dar vida e expressão aos personagens. Recomendado para quem quer  desenhar e aperfeiçoar sua arte de maneira simples com materiais que todos temos em casa.
Tempo:  17’55”
Ficha técnica –  Gravação de vídeo; edição de imagens: Tatiane Almeida
Redes sociais:
Instagram: @tatifazdesenhos

17h30 – Milonga Virtual: Tango&Passion
Leo Medina Tango&Passion – Dança- João Pessoa
Sinopse: Opção virtual de uma oficina-show e baile de tango, comumente denominado  de ‘milonga’. Vídeo combina oficina de dança e música, dos diferentes gêneros do tango, show de música ao vivo com o duo ‘Tango & Pasión’ com coreografia de dançarinos da Casa ‘Dança a Dois’, e uma playlist de músicas para que o público possa dar continuidade ao baile dentro de casa.
Ficha Técnica – Ideia,Criação, Produção, Direção, Edição, Violoncelos: Leo Medina / Violões e Voz: Gastón Mondino /Aulas, Produção, Coreografias: Paulo Henrique Rocha / Aulas e Coreografias: Raquel Dantas / Participação Especial: Percussão: Ninno Amorim
Redes sociais:
Facebook: Leo Medina
Instagram: @leoargencello
YouTube: Leo Argencello

18h15 – Pupilo – Web perfor, Portelinha
Geyson Luiz – Teatro – João Pessoa
Sinopse: Portelinha se iniciou perante os grandes problemas existentes na atualidade. Nela há referências à obra ‘Fallen Angel’ (anjo caído), ao filme ‘Eu ainda estou aqui, de 2010, encenado pelo ator Joaquin Phoenix,  e a canção “Scatterbrain”, da banda Radiohead. A performance é assinada por Pupilo, clown de Geyson Luiz, que com humor usa a linguagem do hip Hop como base de todo processo criativo. É uma reflexão do uso tecnológico das redes sociais e sua poesia. E também para abordar esse questionamento existencial trazido por esse momento de isolamento social. Portelinha é um nome carinhosamente chamado pelos moradores da comunidade Girassol, no bairro de Mangabeira.
Ficha técnica – Texto, performance, direção: Geyson Luiz (Pupilo)
Redes sociais:
Instagram: @_pupilo

18h45 – Mastigando poesia popular na quarentena
Quelyno Souza – Literatura- João Pessoa
Sinopse: Oito poemas declamados (sendo cinco de autoria do próprio Quelyno Souza). Em 21 minutos, artista também apresenta 16 fragmentos (estrofes) de poesias recolhidas de diversos autores.
Ficha técnica – Roteiro, gravação e edição: Quelyno Souza
Redes sociais:
Facebook: Quelyno Souza
Instagram: @quelynosouza

10/06 – QUARTA

17h – O Popular e outras problemáticas
Darllan da Rocha – Culturas Populares – João Pessoa
Sinopse: Vídeo aborda inquietações reflexivas sobre os diferentes aspectos remetidos ao Popular. Refletindo sobre a denominação do Popular vinculado, sobretudo, em áreas voltadas à promoção cultural e artística (como Cultura Popular e Arte Popular), o antropólogo Darllan da Rocha busca demonstrar as implicações que o termo carrega ao categorizar determinados grupos e pessoas nestes campos como formas de reificação e manutenção de desigualdades sociais.
Redes sociais:
Instagram: @darllan.darocha
Vimeo: Darllan DaRocha

17h30 – Curta Te vejo da janela
Lívio Brandão – Cinema – Cabedelo
Sinopse:  [Dir. Lívio Brandão, Documentário, Cor, 09’55’’, Cabedelo,PB, 2020] –  Com o início do isolamento social causado pela disseminação do novo corona vírus, COVID-19, as pessoas tiveram que mudar a dinâmica de suas vidas e readequar seu cotidiano a uma nova configuração. Diante disto, este filme expõe depoimentos de quatro famílias sobre as mudanças causadas até o presente momento. Sem poder sair de casa, o filme busca captar, da janela, a nova realidade da vizinhança.
Ficha técnica – Concepção, direção, roteiro, edição: Lívio Brandão
Redes sociais:
Facebook: Livio Brandao
Instagram: @liviobrandao

17h45 – Visitas
Thiago Costa – Literatura – João Pessoa
Sinopse: O vídeopoema chamado “Visitas” é uma coletânea de orikis que estão no meu primeiro livro que se chama “Obé – poesias y orikis”. A partir do isolamento social que estamos vivendo, o nome que intitula esse trabalho está relacionado à possibilidade que estas divindades e manifestações podem ter em nossas vidas nesse momento. Cada poesia é escrita como uma visita dessas forças que nos rondam.
Ficha técnica: Direção, câmera, edição: Thiago Costa
Redes sociais:
Instagram: @thiago.alcosta

18h15 – Viola Violada
Cledyr Pinheiro – Artes Visuais – João Pessoa
Sinopse: Relatos de experiência sobre a produção do artista, juntamente com o desenvolvimento de uma obra original, intitulada ‘Viola Violada’.
Ficha Técnica – Artista: Cledyr Pinheiro / Auxiliar de gravação e edição de vídeo: Cledinaldo Júnior
Redes sociais:
Facebook: cledyr pinheiro
Instagram: @cledyrpinheiro
YouTube: cledyr pinheiro

19h – Slam sinalizado: o surdo tem mãos, o surdo tem voz
Kizy Poesia – Poesia Falada – João Pessoa
Sinopse: Vídeo apresenta o gênero poético slam numa perspectiva cultural surda. Sendo assim, o slam sinalizado traduz as angústias e lutas vividas pela comunidade surda na sociedade. É um retrato poético dos sentimentos e sensações vividas no universo surdo. A apresentação aborda três temáticas de relevância social: o movimento feminista surdo, a empatia e o valor da acessibilidade. A apresentação conta com uma sessão onde se pode conhecer como surgiu o movimento slam sinalizado no país e como a artista se inspira e trabalha para manter essa arte viva.
Ficha técnica –  poesia, roteiro, direção: Kizy Poesia / Intérprete de libras: Nemu Lima
Redes sociais:
Instagram: @kizypoeta / Intérprete de libras: @nemu.lima

12/06 – SEXTA
17h – Videoaula Cinema na Paraíba: primeiras histórias
André Dib – Cinema – João Pessoa
Sinopse:  [Dir. André Dib, vídeo aula, cor, 31’51”, João Pessoa, PB, 2020] Os principais eventos que constituem a memória do cinema na Paraíba apresentados no formato videoaula. Primeiros filmes, sessões, escolas, publicações e cineclubes. Primórdios que revelam diferentes origens e formações de um imaginário presente e influente nas formas de pensar e fazer cinema no estado. Tempo total do vídeo: 31’51”
Ficha técnica – roteiro, direção, edição: André Dib
Redes sociais:
Facebook: André Dib
Instagram: @andredib
Site: www.andredib.wordpress.com
Twitter: @andredib

17h45 – Mestra Têca: Suas Histórias e Trajetória
Mestra Têca do Coco (Coco de Roda e Ciranda do Mestre Benedito)  – Culturas Populares – Cabedelo
Sinopse: Bate-papo descontraído com Terezinha da Silva Carneiro, mais conhecida como Mestra Têca do Coco. Nele, ela irá mostrar aos internautas toda a sua trajetória enquanto Mestra das Artes e também sobre o legado deixado por seu pai, O Mestre Benedito, que fundou o grupo Coco de Roda e Ciranda do Mestre Benedito, o qual ela hoje comanda.
Redes sociais:
Facebook: Benedito Coco
Instagram: @mestrebenedito

18h15 – Tap em Casa!
Flávia Espinosa – Dança – João Pessoa
Sinopse: Videoaula ensina a técnica básica do sapateado americano para a população que permanece em casa. Além de ser uma expressão artística, o sapateado proporciona o desenvolvimento da percepção musical e coordenação motora. A ideia da videoaula é introduzir a história do sapateado, suas influências e sua técnica. Flávia Espinosa apresenta o sapateado para aqueles que nunca tiveram a oportunidade de conhecê-lo. Embora seja uma dança que tenha um instrumento específico (sapato) que nem todos dispõem, a estratégia da vídeo aula é passar a técnica básica, mostrando os movimentos dos joelhos e pés.
Ficha Técnica – Elenco, direção, roteiro: Flávia Espinosa / Edição: Flávia Espinosa e Wanessa Paiva / Produção: Wanessa Paiva
Redes sociais:
Facebook: Flávia Espinosa
Instagram: @fla.esp

18h45 – Dias Nublados
Difaria – Música – Campina Grande
Sinopse: Seis canções autorais inéditas, gravadas ao vivo no home stúdio de Difaria com o auxílio de equipamentos profissionais de gravação e de loop station. Pré-estreia do material que será lançado nas plataformas de streaming. Beats são disparados por equipamento de loop station, enquanto Difaria canta, toca guitarra, violão e teclado, adicionando instrumentos em tempo real e improvisando nos instrumentos.
Ficha técnica –  Captação de imagem e áudio; execução das músicas; loopstation; Edição: Difaria
Redes Sociais:
Facebook: Lucas Difaria
Instagram: @difarialucas
YouTube: Difaria

14/06 – DOMINGO
17h – Ballet para Todos
Eduardo Cezário – Dança – João Pessoa
Ballet para Todos é uma aula/oficina para iniciantes de todas as idades. Foi pensada para
demonstrar que a arte do Ballet poderá ser aprendida em qualquer fase da vida e em
qualquer circunstância.
Ficha Técnica – Ministrante, roteiro, edição: Eduardo Cezário  /Filmagem: Everton Cezário
Redes sociais:
Facebook: Eduardo Cezário
Instagram: @balletcezario

17h45 – Quem conta um conto se diverte um tanto
Flávio Lira – Contação de História – Cabedelo
Sinopse:  Atores contam o clássico ‘O Mágico de Oz’ (de  Lyman Frank Baum), que conta as aventuras da Menina Dorothy e seu cão totó. Ela percebe que “não há lugar melhor do que a nossa casa”.  A partir desta frase o grupo discute, por meio da contação da história, como é possível ressignificar o próprio lar. Como recurso cênico, lúdico e poético é utilizada a manipulação de objetos existentes dentro de uma residência. Uma panela que representar o homem de lata, um espanador representa o espantalho ou um ventilador que vira o personagem do leão.  Após a contação, os atores ensinam a explorar diversas possibilidades de jogos recreativos se utilizando desses mesmos objetos , para que os pais e mães junto aos seus filhos e filhas possam se divertir e se movimentar criativamente em suas casas.
Ficha técnica – ator e diretor: Flávio Lira / brincante e filmagem: Gilzinha Matias / Ator: Elias Matias
Redes sociais:
Facebook: Flávio Lira
Instagram: @flaviolira010

18h15 – Acrobacia de Solo
Caio Fernandes -Circo – João Pessoa
Sinopse: Depoimento de vida do artista e realização do número de Acrobacia de Solo, com interpretação de algumas músicas, envolvendo as linguagens do circo e da dança, simultaneamente.
Ficha técnica – Autor, edição: Caio Fernandes
Redes sociais:
Facebook: Caio Fernandes
Instagram: @caiofernadesaraujo

18h45 – ZEBB – Ouroboros
ZEBB – Música – João Pessoa
Sinopse: Ouroboros é uma performance de música experimental computacional que une elementos da cultura afrobrasileira a timbres da música eletrônica, com uma característica experimental, propondo ao público um espaço sinestésico de visitação de uma memória ancestral atualizada através do uso do computador e da música eletrônica como instrumentos de diálogo passado-presente-futuro.
Ficha técnica – Performer; Direção do registro audiovisual: ZEBB / Suporte no registro audiovisual: Fabiana Carneiro da Silva
Redes sociais:
Facebook: ZEBB
Instagram: @casadaalegria
Site: www.djzebb.wordpress.com

Programação Virtual
Meu Espaço:  Compartilhando Cultura

6ª SEMANA
08/06 – SEGUNDA
17h – Criação de Personagens e narrativas visuais em tirinhas, com Tatiane Almeida (HQ)
17h30 – Milonga Virtual, com Leo Medina Tango&Passion (Dança)
18h15 – Pupilo – Web perfor, Portelinha, com Geyson Luiz (Teatro)
18h45 – Mastigando poesia popular na quarentena, com Quelyno Souza (Literatura)

10/06 – QUARTA
17h – O Popular e outras problemáticas, com Darllan da Rocha (Culturas Populares)
17h30 – Curta Te vejo da janela, de Lívio Brandão (Cinema)
17h45- Visitas, com Thiago Costa (Literatura)
18h15 – Viola Violada, com Cledyr Pinheiro (Artes Visuais)
19h – Slam sinalizado: o surdo tem mãos, o surdo tem voz, com Kizy Poesia (Poesia Falada)

12/06 – SEXTA
17h – Videoaula: Cinema na Paraíba: primeiras histórias, de André Dib (Cinema)
17h45 – Mestra Têca: Suas Histórias e Trajetória (Coco de Roda e Ciranda do Mestre Benedito), com a Mestra Têca do Coco (Culturas Populares)
18h15 – Tap em Casa! com Flávia Espinosa (Dança)
18h45 – Dias Nublados, com Difaria (Música)

14/06 – DOMINGO
17h – Ballet para Todos, com Eduardo Cezário (Dança)
17h45 – Quem conta um conto se diverte um tanto, Flávio Lira (Contação de História)
18h15 – Acrobacia de Solo, com Caio Fernandes (Circo)
18h45 – Ouroboros, com ZEBB (Música)

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

A fé de cada um em tempos de pandemia; especialistas comentam a importância na ‘fé humana’

Em tempos de dor, medos e incertezas, é natural e esperado que cada um procure um caminho que lhe traga conforto, doses de confiança e a chance de encontrar a…