Por pbagora.com.br

“Sinto como se um caminhão tivesse passado por cima de mim”: é assim que o diretor brasileiro Heitor Dhalia descreve sua despedida do Festival de Cannes 2009, em que lançou seu novo filme. “À deriva” foi aplaudido pelo público do evento e conquistou a crítica internacional.

 

“Foi emocionante”, disse o cineasta em seu blog, atualizado ao fim do evento. “O longa foi ovacionado por vários minutos. Foi muito, muito lindo mesmo. Muita gente chorou durante a sessão. Incrível mesmo”, afirmou Dhalia, que dirigiu “O cheiro do ralo” e “Nina”.

 

Com Debora Bloch, Cauã Reymond e o francês Vincent Cassel no elenco, “À deriva” já tem data de estreia no Brasil: 31 de julho. De acordo com Dhalia, ao longo do Festival de Cannes, o filme obteve contratos de distribuição para diversos países, incluindo a França.

“Vou embora com a certeza de que tudo agora vai ser diferente. É um novo começo na minha vida, com novos desafios. ‘À deriva’ abriu as portas para o mercado internacional”, disse o diretor.

 

Dhalia contou também que, durante entrevistas em Cannes, a produção foi elogiada por seu aspecto sensual e foi comparada a trabalhos de veteranos do cinema francês como François Ozon e Eric Rohmer.

 

G1

Deixe seu Comentário