Por pbagora.com.br

 Prossegue em cartaz no  Teatro Municipal Severino Cabral, em Campina Grande,  a exposição “Pega de boi em Zabelê” com fotografias de Antônio Ronaldo, arte e curadoria de Carmem Sheill, Os turistas que visitam a cidade durante o Maior São João do Mundo, poderão prestigia a exposição até o dia 02 de julho.

 

As “pegas” de bois na Paraíba tiveram origem com o ciclo do gado no Nordeste, a chamada civilização do couro, povos que a princípio moravam no litoral, mas não tinham espaço nem vocação para a monocultura da cana de açúcar. Essas pessoas foram subindo os rios que cortam o Estado e se estabeleceram nos cariris velhos criando gado solto nas Caatingas.

 

O vaqueiro é aquele homem destemido que montado em possantes cavalos e encourados da cabeça aos pés, buscam em meio a um ambiente hostil as reses desgarradas das boiadas de seu patrão.

 

As obras estão expostas na Galeria de Artes Irene Medeiros, até o dia 2 de julho, com entrada gratuita e visitação de terça-feira a sábado das 8 às 12 horas, e de 13 às 21 horas.

 

 

Redação

Deixe seu Comentário