Por pbagora.com.br

A programação do I Festival Palco Giratório SESC Paraíba desta quinta-feira
(24) promete ser bastante movimentada. Durante todo o dia haverá
apresentações em vários pontos da cidade, começando no Palácio das Artes
Suellen Carolini, que terá duas sessões do espetáculo infantil “O Planeta
Que Era Azul”, às 10h e 15h.

Na sequência, o Grupo Ninho de Teatro leva para a Praça da Bandeira o Teatro
de Rua do “Charivari”, às 17h. A programação do dia será encerrada com a
performance dos bonecos de “Filme Noir”, às 20h, no SESC Centro.

O primeiro espetáculo do dia, “O Planeta Que Era Azul”, da Paraíba, conta a
história de três crianças do Planeta Cinza (a Terra), que são levadas pelo
Senhor do Tempo ao distante Planeta Azul. Mas, algo está errado com o
planeta. Sua cor não é mais a mesma. Uma missão aguarda estas crianças:
resolver o confronto entre o Rei e o Bruxo – entre o poder e o conhecimento.
Magia, persistência, companheirismo e novas amizades serão indispensáveis
para que o planeta volte ao normal e as crianças retornem para casa com sua
missão cumprida.

A história de “Charivari” (PB) se passa no interior de uma igreja,
misturando personagens reais e fantásticos. O Diabo junta-se com o Morcego
para aprontar uma verdadeira algazarra dentro do espaço sagrado, onde, aos
poucos, vai revelando os desejos mais ocultos e envolvendo na confusão
personagens que por ali circulam, como a Beata, o Sacristão, a Viúva, o
Defunto e o Padre, que se despem do seu manto de santidade e desnudos das
várias máscaras sociais do dia-a-dia, são chamados a se confrontar consigo
mesmos, rindo de si próprios e zombando dos outros para discutir sobre
diferentes aspectos de suas vidas. O texto é de Lourdes Ramalho.

O espetáculo da noite, “Filme Noir”, do Rio de Janeiro, é um teatro de
bonecos inspirado no cinema noir, termo criado por críticos franceses para
denominar um estilo específico de filmes criminais norte-americanos
realizados a partir dos anos de 1940. Veronika de Vitta, cantora sensual de
um clube de jazz decadente, sente-se seguida por toda parte e contrata os
serviços de um fracassado detetive particular que logo se apaixona pela
cliente e passa a sentir-se perseguido também.

Os ingressos para os espetáculos que se apresentam no Cine Teatro do SESC
Centro custam R$ 4 (inteira) e R$ 2 (estudante, comerciário e dependente com
carteira do SESC), sendo gratuito para crianças de até 10 anos, portadores
de necessidades especiais e idosos acima de 65 anos. Nos espaços do Suellen
Carolini e na Praça da Bandeira a entrada é gratuita. Mais informações
através do telefone 3341-5800.

 

Ascom