A Paraíba o tempo todo  |

Defesa Civil pede a demolição do Cine Capitólio

 O antigo Cine Capitólio, desativado desde meados da década de 1990 em Campina Grande e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), passará por um processo de revitalização, que incluirá toda a área da Praça Clementino Procópio, que fica ao lado do prédio, cuja fachada está voltada para a Avenida Floriano Peixoto e a Praça da Bandeira. O prédio histórico está em ruínas e a Defesa Civil já recomendou ao Ministério Público a demolição do antigo cinema da cidade.

Ocorre que como o Cine Capitólio é tombado pelo Iphaep o mesmo não pode como já foi sugerido ser transformado em estacionamento, praça pública ou outra obra já que é um patronímico do munícipio e só pode ser restaurado. A previsão para início do processo ainda não foi definida. O assunto foi discutido ontem, por representantes do Iphaep, Secretaria Municipal de Cultura; Conselho Municipal de Patrimônio Cultural; Conselho Municipal de Cultura e Secretaria de Obras.

A ideia é transformar a área do velho cinema, num espaço cultural, que, além do resgate do cinema, como diversão, abrigue a história da produção audiovisual da cidade. Cassandra Figueiredo, diretora-executiva do Iphaep, explicou que o Instituto é responsável pelo monitoramento de áreas de preservação. De acordo com ela, o Cine Capitólio é um símbolo de Campina Grande.

O coordenador da Defesa Civil municipal, Ruiter Sansão, disse que foram realizadas cinco vistorias no local recentemente. Anos atrás o teto do prédio ruiu e agora a situação estaria agravada pela falta de infraestrutura, o que pode levar as paredes a caírem sobre os transeuntes.
“Percebemos que a situação se agravou. O risco de queda existe, mas a imprevisão com relação aos ventos e chuvas causa uma maior preocupação para a Defesa Civil.Qualquer intempérie forte pode derrubar aquelas paredes. Já não tem amarração nenhuma na parte de cima e o nosso olhar profissional é de recomendar a demolição. A gente entende por opinar nesse sentido antes que seja tirada alguma vida”, alegou Ruiter Sansão.

O Cine-Theatro Capitólio foi inaugurado em 20 de novembro de 1934, no cruzamento das ruas Floriano Peixoto e Irineu Joffily. Além da exibição cinematográfica, o Capitólio era o palco dos grandes eventos teatrais, festas sociais, políticas e culturais da época.

Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe