Por pbagora.com.br

 As dançarinas do É O Tchan, Joyce Mattos e Zanza Pereira, publicaram um vídeo de desabafo, na última quarta-feira (1), no Instagram. As duas reclamaram de terem sido expulsas do palco e disseram que foram maltratadas pelos integrantes do grupo, especialmente Compadre Washington.

“É 1h e nós fomos colocadas para fora do palco porque existe uma linha no palco, que é uma coisa incondicional de se dançar porque fica em cima dos músicos. Sempre fomos humilhadas. A gente tem a humilhação também de não ir para televisão. Sendo que quando a banda estava morrendo, a gente ia para a televisão. Recebemos a mesma remuneração há cinco anos”, disse Joyce.

Zanza reclamou do salário: “Cresceu a visibilidade da banda e o número de shows, mas continuamos ganhando a mesma coisa. Fomos expulsas do palco porque não obedecemos de dançar na linha, uma linha esta que não tem condições de ser obedecida por ser em cima dos nossos colegas de trabalho. Se a gente fizer um movimento de braço, a gente agarra no instrumento e machuca.”

Para finalizar, Joyce mandou um recado para o vocalista do grupo: “Vocês estão insatisfeitos com o nosso trabalho? Então demitam a gente ao invés de ficar maltratando e se desfazendo da gente. Somos mulheres e somos tratadas que nem cachorro mesmo. É desumano.”

Msn.com