Música e política dividindo o palco. O talento de Chico César brilhou. O cantor e compositor paraibano de Catolé do Rocha venceu a 29ª edição do Prêmio da Música Brasileira 2018 (PMB) na categoria melhor álbum de “Pop / Rock / Reggae / Hiphop / Funk” com o disco “Estado de Poesia – Ao Vivo”, lançado em CD e DVD em 2017 e produzido por Chico e Michi Ruzitschka. A cerimônia de premiação aconteceu na noite da quarta-feira (15) no Theatro Municipal do Rio De Janeiro.

 

Chico César concorreu com Gal Costa, com o disco “Estratosférica – Ao Vivo” e com os Novos Baianos, com o disco “Acabou Chorare – Novos Baianos se Encontram”. Chico César é o único representante paraibano na lista dos indicados ao PMB 2018.

Chico também concorreu ao prêmio de melhor cantor na categoria “Pop / Rock / Reggae / Hiphop / Funk”, mas o troféu ficou com Lulu Santos. Também competia nesta categoria o cantor pernambucano Almério.

 

Esta edição do Prêmio da Música Brasileira homenageou o cantor Luiz Melodia, que morreu em agosto de 2017, aos 66 anos, vítima de um câncer.

 

A entrega do Prêmio da Música Brasileira, realizado no Theatro Municiapal do Rio na noite desta quarta-feira (15) contou com várias manifestações de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O cantor e compositor Chico César, que ganhou na categoria de melhor álbum de pop/rock/reggae/hip-hop/funk, com “Estado de Poesia”, levantou a mão, formando um “L” com um polegar e um indicador.

O mesmo gesto foi feito por Criolo, Leci Brandão e o grupo Moacyr Luz e Samba do Trabalhador na entrega da categoria seguinte, samba.

PB Agora

 

Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Chega ao fim casamento de oito anos entre Fernanda Souza e Thiaguinho

Após oito anos e meio de relacionamento, terminou o casamento de Fernanda Souza e Thiaguinho. A atriz e o cantor anunciaram em suas redes sociais um comunicado no qual pedem…