O Casarão dos Azulejos, atual sede do Programa de Inclusão Através da Música e das Artes (Prima), gerido pelo Governo do Estado, abrirá oficialmente o calendário 2020 nesta quinta-feira (9), a partir das 19h, com uma exposição fotográfica assinada pela artista e professora universitária Danielly Inô. A exposição, intitulada “Percursos Poéticos”, é uma coletânea de 30 imagens captadas em viagens realizadas pela autora entre os anos de 2017 e 2019, que pode transportar o público para um deserto no Marrocos, uma ilha na Colômbia, para o cariri paraibano ou, quem sabe, para dentro dos olhos de um agricultor sertanejo às margens de uma estrada.

As fotografias, cuidadosamente selecionadas pelo professor e fotógrafo Sóstenes Lopes, são um convite para descobrir a paixão com que Danielly olha para o mundo ao seu redor, bem como acessar parte do que fica registrado em sua memória poética.

“Expor na sala Tomás Santa Rosa, do Casarão dos Azulejos, é uma responsabilidade que cumpro com muita alegria. Responsabilidade porque será minha primeira exposição individual, que ocorrerá fora da minha cidade natal (Campina Grande), mas, sobretudo, porque o Casarão tem recebido exposições de artistas já consagrados no cenário artístico-cultural”, justificou Danielly.

A exposição “Percursos Poéticos” tem entrada gratuita e fica aberta ao público até o dia 11 de fevereiro.

Sobre Danielly Inô – Doutora em Linguística pela UFPB (Proling) e professora dos cursos de Letras da UEPB (Campus VI), Danielly Inô começou sua história com a fotografia apenas recentemente. Sua entrada no mundo das artes se deu, inicialmente, através da dança, que ela estuda há mais de 15 anos, chegando a se profissionalizar e atuar como dançarina, professora e coreógrafa. Contudo, durante uma viagem realizada em 2011, percebeu que passava horas absorta no exercício de observar os lugares à sua volta, a fim de registrar o que via, e, ao contrário do que acontece com a maioria dos turistas, encontrava mais prazer em fotografar esses locais do que ser fotografada neles.

Diante do incentivo de amigos e familiares, passou a estudar os fundamentos da fotografia, de maneira autodidata, através de livros sobre o assunto e contando também com as dicas dos amigos fotógrafos.

Já participou de importantes eventos de fotografia, a exemplo do Festival Internacional Brasília Photo Show, levando no currículo três premiações em anos diferentes.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TUAREG´s e o novo Baile do Hawai acontece neste sábado 25, na capital; Confira!

Uma das mais conhecidas bandas de shows baile, a Tuareg´s, que está completando 50 anos de carreira no mercado artístico, realiza neste sábado o Baile do Hawaii, na Casa dos…