A Paraíba o tempo todo  |

Atriz da Globo é proibida de falar de paternidade da filha e vira ré

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A história envolvendo Letícia Almeida tem uma nova reviravolta. A atriz está proibida de falar sobre o assunto desde que virou ré num processo movido por Jonathan Couto, seu ex-concunhado e pai de sua filha Maria Madalena (entenda toda história). O cantor entrou com uma ação de direito de imagem e indenização por dano moral, registrada na 6ª Vara Cível, do Rio.

Uma audiência de conciliação está marcada para novembro. Até lá, Letícia não pode mais se manifestar sobre o imbróglio familiar em que se viu envolvida nem citar o nome de Jonathan sob a pena de uma multa de R$ 1 mil por dia.

Mas essa história não deve terminar por aí. Amigos contam que Letícia Almeida está reunindo provas para um contra-ataque, podendo entrar também com uma ação contra Jonathan Couto.

Extra Online

Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe