Uma mãe desconfiada registrou o momento em que o marido agrediu o filho deles de apenas dois meses. As imagens chocantes foram entregues à polícia de Pouso Alegre. O pai, o comerciante João Darcir Magalhães, de 43 anos, permanece por tempo indeterminado no Presídio de Pouso Alegre.

A primeira agressão registrada é um tapa que o pai dá no braço do bebê. O homem coloca o menino no berço e fica ouvindo ele chorar, sentado na cama. Minutos depois, ele segura a criança, senta mais uma vez na cama e enfia o dedo na garganta do bebê.

A mãe começou a ter certeza das agressões quando o menino foi ao pediatra e o médico constatou que ele estava com a clavícula quebrada. O bebê também já tinha aparecido com o braço roxo e, segundo ela, não gostava de ficar no colo do pai. Todo material foi entregue à polícia, que abriu inquérito para investigar as agressões.

 

 

 

 

 

 

Correio Braziliense

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Gestores do NE cobram governo por medidas efetivas contra óleo nas praias

A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga o derramamento de óleo no litoral brasileiro na Câmara ouviu nesta semana representantes de estados do Nordeste, que voltaram a criticar o governo federal…

Garoto grava vídeo com Carlos Bolsonaro e pergunta: “Cadê Queiroz”

Circula nas redes sociais um vídeo em que, após ser perguntado “onde está Queiroz”, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, responde “no teu c*”. O vídeo…