Por pbagora.com.br

Após reunião que durou cerca de sete horas envolvendo entidades e o governo, caminhoneiros anunciam a suspensão, por 15 dias, da paralisação que  acontece em 22 estados e no Distrito Federal.

Participaram da reunião  ministro dos Transportes, Valter Casimiro, o general Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e representantes das entidades Fetrabens, CNTA, Unicam, Sinaceg, CNT, NTU e Federação dos Transportadores Autônomos de Carga.

A Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros) discordou dos termos apresentados e declarou que manterá o movimento por não concordar com a política do governo.

A Abcam representa 700 mil caminhoneiros e garantiu que a manifestação deve continuar até a isenção de impostos se transformar em lei. Os representantes da entidade abandonaram a reunião antes que se chegasse em um acordo.

 

PB Agora

 

Notícias relacionadas

Santander Becas abre seleção para especialização gratuita em Tecnologia da Informação

Estão sendo oferecidas 50 mil bolsas de estudo para curso on-line O Programa Santander Becas abriu as inscrições para as 50 mil bolsas de estudos disponibilizadas no curso de Tecnologia…

Covid-19: pesquisa testará presença de anticorpos em 211 mil pessoas de 274 cidades

O Ministério da Saúde lançou hoje (5) uma pesquisa para descobrir qual a prevalência de covid-19 nos diferentes grupos sociais da população brasileira. O levantamento prevê a testagem sorológica, que…