O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) lamentou a atual realidade que o país está vivendo, quando é possível observar que o presidente Jair Bolsonaro (Aliança), de forma deliberada, escolhe alguns inimigos e faz com que o Brasil “fique dividido no maniqueísmo de extrema direita ou extrema esquerda”.

Segundo Veneziano, o chamamento contra o Congresso não ajuda em nada o país, tendo em vista que existem pautas muito importantes a serem debatidas, como Saúde e Educação.
– Fico perplexo. Pois é como se não tivéssemos pautas muito mais importantes para debater e resolver – enfatizou.

Acerca do presidente Bolsonaro, Veneziano considerou que ele se aproveitou do momento de “exaustão” que o país vivia para se eleger.
– É uma pessoa superficialíssima e muito raso nos conceitos. Foi eleito em um contexto nacional de exaurimento claro que ainda perdura e aproveitou-se do sentimento de repulsa – disse.
Ele firmou que o ano de 2019 foi marcado pelo “estremecimento” e cabos de guerra entre os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, mas ao final do ano foi possível observar que “o Congresso foi extremamente produtivo e assumiu a responsabilidade de debater pautas independente do assunto”.

Líder do bloco Senado Independente (PSB, Patriota, Cidadania, PDT e Rede), senador Veneziano Vital disse ainda que , o compartilhamento do vídeo pelo presidente foi irresponsável e um “atentado à democracia”.

– Lastimável o gesto antidemocrático e irresponsável do presidente da República, que conclama a população brasileira para um ato no próximo dia 15 contra o Congresso nacional e contra o Supremo atentando contra a democracia e demonstrando o seu propósito ditatorial de fragilizar as instituições republicanas – criticou.

SL
PB Agora

Deixe seu Comentário