Por pbagora.com.br

 O presidente Michel Temer vai anunciar nesta quinta-feira a autorização de até R$ 1.000 de contas inativas do FGTS e uma pequena reforma trabalhista, que dará mais força a acordos coletivos em 12 benefícios para trabalhadores. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

 

Na questão do FGTS, a ideia é liberar um saque de até R$ 1.000 no próximo ano em contas de até dez salários mínimos (R$ 8.800). O governo acredita que a medida possa injetar R$ 30 bi na economia.

 

Na parte trabalhista, irá prevalecer a negociação entre patrão e empregado que trato do trabalho remoto, remuneração por produtividade e registro do ponto.

 

Também será permitido negociar o parcelamento de férias anuais em até três vezes com pagamento proporcional; e negociar jornadas cuja duração seja diferente das oito horas diárias (44 horas semanais), limitando a doze horas diárias (220 semanais).

 

Outros pontos que serão abordados são a participação nos lucros da empresa, intervalo de trabalho e banco de horas.

 

Rede TV

Notícias relacionadas

Começa a valer hoje nova política de privacidade do WhatsApp

Passa a vigorar hoje (15) a nova política de dados do WhatsApp. O aplicativo passará a compartilhar informações de contas de negócios (a modalidade WhatsApp Business) com o Facebook, plataforma…

Eva Wilma morre aos 87 anos após complicações de um câncer

A atriz global, Eva Wilma, morreu na noite de sábado (15) aos 87 anos, em São Paulo, após complicações de um câncer no ovário. A atriz estava internada no hospital…