O presidente da República Michel Temer, de acordo com sua assessoria, não assinou decreto que reajusta o piso das remunerações e que geralmente é publicado nos últimos dias do mês de dezembro, desta forma, o salário mínimo deve permanecer em R$ 954 em 2019. A estimativa divulgada no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) de 2019, a previsão anterior era de R$ 1.006.

O reajuste só deve acontecer depois que o presidente eleito Jair Bolsonaro publique um decreto reajustando o valor. O salário mínimo é reajustado com base na inflação do ano anterior e serve como referência para os benefícios assistenciais e previdenciários, como o abono salarial, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e as aposentadorias e pensões do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

 

PB Agora

 

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Senado conclui votação da PEC paralela da Previdência

O plenário do Senado concluiu a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Paralela, alternativa criada por parlamentares para promover mudanças na reforma da Previdência — como possibilidade de…

Dia da Consciência Negra: PB Agora mostra números que atentam para desigualdade racial

As correntes que aprisionaram os negros no passado já foram quebradas, mas os estigmas da escravatura insistem em reaparecer disfarçadamente. As antigas senzalas, não existem mais, mas as formas de…