A Paraíba o tempo todo  |

Temer comenta mulher mais jovem

Na saída da visita que fez na manhã deste domingo (2) ao antecessor no cargo, José Alencar, internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o recém-empossado vice-presidente Michel Temer falou sobre os comentários a respeito de sua mulher, Marcela Temer, cerca de 40 anos mais jovem.

A um repórter que afirmou que Marcela “chamou muita atenção na posse” e perguntou o que achava de estar se “ventilando que ela é a nova Carla Bruni”, Temer sorriu e respondeu: “Ah, ela é discretíssima, é minha mulher e mãe do meu filho”. Em seguida, o vice-presidente deixou o local.

Comentários

Marcela Temer ganhou destaque no Twitter durante a posse da presidente Dilma Rousseff, em Brasília, neste sábado (1º), evento do qual participou ao lado do marido. No final da tarde, ela chegou a ocupar o terceiro lugar entre os tópicos mais comentados no Twitter mundial, atrás somente de outros tópicos sobre a posse de Dilma e sobre o Ano Novo no Brasil e no mundo.

Hoje com 27 anos, Marcela se casou com o então presidente da Câmara dos Deputados Michel Temer (PMDB-SP) em 2003. Na época, Temer tinha 62 anos, e ela, 21 anos. Marcela é formada em Direito e mãe de um filho, também chamado Michel.

Visita a Alencar

A visita do atual vice-presidente Michel Temer foi rápida, com duração de aproximadamente dez minutos. Na saída, Temer conversou com os jornalistas e disse que encontrou Alencar “animado” e com “aquela força interior extraordinária”. “Vim prestar uma homenagem ao (ex) vice-presidente sabendo, naturalmente, do seu estado…Eu fiquei muito feliz em visitá-lo.”

Temer disse que os dois conversaram sobre a posse da véspera e que Alencar recebeu uma proibição por escrito para não participar da cerimônia, em Brasília. “Ele me contou que insistiu muito em ir à posse de ontem, mas foi proibido pelo médico. O doutor Roberto Kalil me contou que a dona Mariza [mulher de Alencar] o convenceu a não ir”.

Temer se licenciará do PMDB

Temer, recém empossado, afirmou que vai se licenciar da presidência do PMDB e que, no período, deverá assumir o vice, senador Valdir Raupp.

“Vou me licenciar, vou combinar com o vice Raupp amanhã (dia 3). Vou me licenciar simplesmente. Não vou me afastar em definitivo. Vou me licenciar da presidência. Ele assume enquanto eu estiver licenciado”.

 

G1

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe