Por pbagora.com.br

A Polícia Federal concluiu o inquérito sobre o acidente com o voo 3054 da TAM sem apontar culpados pela tragédia, que deixou 199 mortos em junho de 2007, segundo reportagem transmitida nesta quinta-feira pelo “Jornal Nacional”, da TV Globo.

O relatório final sobre o acidente foi enviado à 1ª Vara Federal Criminal de São Paulo na última sexta-feira (25), sem indiciamentos. O processo agora será analisado pelo Ministério Público Federal, que confirmou à Folha Online o recebimento do relatório, mas não quis comentar o conteúdo alegando que o processo corre em sigilo na Justiça.

O relatório final da PF difere das conclusões da Polícia Civil de São Paulo, que no ano passado chegou a indiciar dez pessoas apontada como os responsáveis pelo acidente.

Os indiciamentos, porém, foram suspensos logo em seguida pelo juiz Hélio Narvaez, da 1ª Vara Criminal do Fórum do Jabaquara, em São Paulo.

A reportagem procurou a Polícia Federal para comentar o teor do relatório, porém, o órgão também não quis se pronunciar.

Revolta

À Folha Online o secretário da Afavitam (Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Vôo TAMJJ3054), Christoph Haddad, pai de uma das vítimas, afirma que as famílias receberam com indignação a informação sobre o inquérito da PF. Haddad diz esperar que o Ministério Público Federal tenha outro entendimento sobre o acidente.

“Em todas as reuniões que tivemos com procuradores, eles demonstraram convicção de que o que ocorreu foi um atentado contra a segurança da aviação nacional”, afirmou.

O acidente ocorreu na noite do dia 17 de julho de 2007, quando o Airbus da TAM que fazia o voo 3054 tentou aterrissar no aeroporto de Congonhas (zona sul de São Paulo), não conseguiu e se chocou com um depósito da companhia aérea do outro lado da avenida Washington Luís, em frente à pista principal do aeroporto. A tragédia deixou 199 mortos.
 

 

UOL

Notícias relacionadas

Do Psol a bolsonaristas, políticos lamentam morte de Bruno Covas

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) morreu neste domingo (16), no Hospital Sírio-Libanês, onde estava internado desde início de maio para tratamento imunoterápico contra o câncer. A doença foi descoberta em…