Por pbagora.com.br

Sem acordo no segundo dia de negociações, bancários seguem em greve em todo o país

As negociações entre bancários e bancos terminaram novamente sem acordo nesta sexta-feira (2), quando houve conversas pelo segundo dia. Os bancários estão em greve há nove dias em todo o país.

 

Segundo a confederação nacional da categoria, a Fenaban, entidade que representa os bancos, não apresentou proposta. A Fenaban diz que “as negociações continuam em aberto, uma vez que as partes estão avaliando os resultados das reuniões realizadas nesta semana”.

 

Sem acordo, a confederação nacional diz que a greve continua nesta segunda-feira (5), que será o 12º dia de paralisação.

 

A categoria reivindica aumento real de salário, maior participação nos lucros, valorização dos pisos salariais, garantia de emprego, mais saúde e melhores condições de trabalho, segundo a confederação.

 

Balanço

Nesta sexta, 7.053 agências bancárias ficaram fechadas e a greve atingiu todos os estados e o Distrito Federal, segundo a confederação. Em São Paulo, 32 mil trabalhadores de 740 locais de trabalho ficaram parados, segundo o sindicato dos bancários da cidade.

 

As áreas das agências bancárias que concentram os caixas eletrônicos e outros terminais de autoatendimento estão sendo mantidas abertas, para que os clientes possam usá-las, segundo o sindicato dos bancários em São Paulo.

Da Redação