Suzane von Richtofen deixou a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé (SP), na manhã desta segunda-feira (23) para a “saidinha” temporária de Natal e Ano Novo. Um carro com vidros escuros entrou na unidade para buscá-la. 

A medida não se estende às outras detentas. A repercussão da publicação de um livro com a história da presa, condenada por matar os pais em 2002, foi a justificativa da Vara de Execuções Criminais de Taubaté para decisão.

Elize Matsunaga e Anna Carolina Jatobá também deixaram a penitenciária pelo mesmo portão, caminhando, como todas as outras presas. Elize, condenada por matar e esquartejar o marido Marcos Matsunaga, foi a primeira a deixar a penitenciária. Do lado de fora, um veículo azul a aguardava.

Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabella Nardoni, também foi levada do local em um carro que a aguardava do lado de fora. As três devem retornar em dois de janeiro, assim como todos os outros 3,2 mil detentos do sistema prisional do do Vale do Paraíba.

Rede TV

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraibana protagoniza primeiro beijo do Big Brother 2020

Após uma brincadeira de perguntas na área externa entre alguns brothers, na edição deste ano do Big Brother Brasil, o brother Petrix questionou algo à paraibana Flayslane. Ele quis saber…