A Polícia Rodoviária Federal (PRF) pode ter sido pega de surpresa com o anúncio feito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta segunda-feira (12). Segundo ele, a partir da próxima semana, o órgão será proibido de usar o equipamento.

A fala sobre o fim dos radares móveis aconteceu durante evento oficial na BR-116, em Pelotas, no Rio Grande do Sul. Bolsonaro inaugurou a duplicação da 47km da rodovia.

O presidente disse que estaria em uma ‘briga’ com o ministro de Infraestrutura Tarcísio Gomes na Justiça para por fim aos pardais. “Essa máfia de multa, que vai para os bolsos de uns poucos daqui desta nação. É uma roubalheira esta verdadeira indústria da multa que existe no Brasil. Anuncio para vocês, que a partir da semana que vem não teremos mais radares móveis no Brasil. Essa covardia, de ficar no ‘descidão’, de ficar no final do ‘retão’, alguém atrás do mato para multar vocês, não existirá mais”, disse o presidente.

Consultada, a PRF daquele estado declarou que “essas tratativas ocorrem com a direção nacional, são um assunto presidencial”.

 

PB Agora

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais de 5.100 pessoas vão ter que devolver dinheiro do Bolsa Família

Segundo o Ministério da Cidadania, 5.100 pessoas que receberam indevidamente recursos do Bolsa Família vão ter que devolver o dinheiro aos cofres públicos. A expectativa da pasta, responsável pelo programa…

CNC: contratação de temporários para o Natal será a maior em seis anos

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que a oferta de vagas temporárias para o Natal de 2019 será a maior em seis anos. Segundo…