Por pbagora.com.br

Muito tem se falado e discutido acerca da famosa reforma da Previdência Social brasileira. Mas o grande problema, o que suscita dúvidas e muita desconfiança é o fato de que a quase totalidade dos brasileiros não sabe, na verdade, o que tem por trás dessa proposta.

Vem cá: como é que se pode confiar (para não dizer levar a sério) num projeto cuja discussão se trava sem a participação daquele que é o principal interessado, o trabalhador?!

A classe trabalhadora é a mais afetada com esta reforma, mas não é chamada à discussão, o resto do projeto não é de todo conhecido, a não ser da parte do governo e dos empresários.

O Governo Federal e os governos estaduais alegam que os sistemas previdenciários nacional e estaduais podem quebrar se não houver a reforma. Mas vem cá: quem promoveu esta situação? Para onde vai a grana arrecadada pelo trabalhador em nome de sua futura aposentadoria? Cadê a grana? Quem comeu?

Em dia

Também é preciso acabar com esse discurso de que um aposentado é bancado por dois ou três trabalhadores da ativa. Como assim, cara pálida? O aposentado, antes de se aposentar, passou a vida inteira tendo descontos grandes do seu salário para a tal Previdência, com a garantia de sua aposentadoria. Então: quem comeu a dinheirama que o aposentado deu para a Previdência ao longo de décadas? Quem provocou este rombo, quem pagava religiosamente antecipado, quem fez o desconto e não repassou ou os governos?

Os trabalhadores?! Ora, estes estão rigorosamente em dia. Muito pelo contrário, estão sendo roubados e ainda querem roubá-los mais.

Assembleia

A Assembleia Legislativa da Paraíba prepara um Comitê Gestor do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo – o SAPL Digital. O objetivo é o registro online das ações realizadas no Poder Legislativo.

O presidente da ALPB, Adriano Galdino, explicou que a proposta tem como objetivo oferecer mais transparência pública. “É uma matéria importante para a Casa, pois vai oferecer transparência dos trabalhos realizados aqui, além de possibilitar à população ter acesso de forma online, o que também vai trazer economia e sustentabilidade para o Legislativo. É uma espécie de SAPL digital”, disse Galdino.

Veneziano

Um Projeto de Lei de autoria do Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) que pune a prática de perseguição, tipificando-a como crime, em vez de contradição penal, está na pauta da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania.

 

Wellington Farias

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Primavera começa nesta terça-feira, com transição entre estações seca e chuvosa

A estação mais perfumada e colorida do ano. A Primavera no Hemisfério Sul inicia nesta terça-feira (22) às 10h31 e termina no dia 21 de dezembro às 07h02. Climatologicamente, é…