Um grupo interministerial liderado pelo Ministério da Economia decidiu antecipar o pagamento da primeira parcela do 13º salário aos aposentados e pensionistas do INSS para o mês de abril. O valor estimado chega a 23 bilhões de reais. A medida será tomada para conter os efeitos econômicos da epidemia do coronavírus, em avanço no Brasil.

O grupo é composto por representantes das Secretarias Especiais e coordenado pelo secretário-executivo do ministério, Marcelo Guaranys.

Por meio de nota, o Ministério informou que “buscará, em conjunto com a Câmara dos Deputados e o Senado Federal, a realocação ágil de recursos orçamentários para que não falte suporte ao sistema de saúde brasileiro”.

O grupo também decidiu suspender a exigência de prova de vida dos beneficiários do INSS por 120 dias. Também foi proposta a redução do teto dos juros do empréstimo consignado para beneficiários do INSS e a ampliação do prazo máximo das operações.

Outra decisão tomada, dessa vez junto com o Ministério da Saúde, foi a definição de uma lista de produtos médicos e hospitalares importados que terão preferência tarifária e a prioridade do desembaraço aduaneiro para esses produtos.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Caixa credita saque emergencial do FGTS para nascidos em março

A Caixa credita hoje (13) saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores nascidos em março. O novo saque tem como objetivo enfrentar o estado de calamidade…