O Ministro da Justiça Sergio Moro disse, que o governo federal vai disponibilizar vagas em presídios federais para quem comandou o massacre que envolveu quatro presídios de Manaus em menos de 48 horas. Mais de 50 detentos morreram entre o domingo (26) e a segunda-feira (27) na capital amazonense.

Na segunda, o governador do Amazonas, Wilson Lima, confirmou pedido à Brasília de transferência dos presos para unidades de segurança máxima do país. O número de responsáveis pelo massacre não foi divulgado.

"As forças de segurança fizeram uma revista nas unidades prisionais. A recontagem dos presos separaram aqueles detentos que estavam ameaçados de morte – que eram pelo menos uns duzentos. E já identificaram os mandantes desses crimes. Já pedi para o Governo Federal que eles sejam encaminhados para presídios de segurança máxima", afirmou o governador Wilson Lima.

Além da possível transferência de presos, o Ministério da Justiça e Segurança Pública enviará uma Força-tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) para atuar dentro das unidades prisionais. Há mais de dois anos, homens da Força Nacional atuam nos entornos dos presídios – a medida foi tomada logo após o massacre de mais de 60 presos no Compaj, em janeiro de 2017

G1.

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário