Por pbagora.com.br

Quem assistir à universitária e modelo Jackqueline Lima, 20, desfilando neste sábado (24) no concurso Miss São Paulo 2010 terá provavelmente alguma dificuldade em acreditar que no começo deste ano a moça pesava 30 kg a mais.

Hoje com 60 kg distribuídos em 1,74 m de altura, 92 cm de busto, 65 cm de cintura e 95 cm de quadris, a jovem conta ter emagrecido 27 kg em apenas um mês, sem regime nem cirurgia plástica, apenas “passando fome” — almoçava alface e corria duas horas por dia.

Segundo a miss, o resultado do esforço veio depois de um mês: a balança, que antes marcava cerca de 90 kg, passou a apontar apenas 63 kg. Jackqueline diz que só então decidiu entrar na faca e fazer uma lipoaspiração para retirar os cerca de 3 kg restantes.

— Eu já estava bem magra quando fiz a lipo.

Representante de José Bonifácio (480 km da capital), Jackqueline é na verdade baiana e escolheu ser candidata pela cidade interiorana por morar no bairro de mesmo nome, na zona leste da capital paulista.

Ela conta que os 30 kg de sobrepeso foram adquiridos durante uma depressão, no ano passado, após perder dois concursos de beleza. A miss, que é negra, acha que foi vítima de racismo por parte dos organizadores.

— Engordei de depressão. Comia feito uma louca depois que perdi esses concursos por causa do preconceito.

..A volta por cima teve o apoio do namorado e do irmão, que é maquiador e cabeleireiro.

— Meu namorado foi quem mais me deu força. Já o meu irmão é quem me “monta” para os concursos.

O dinheiro para cirurgias plásticas — a lipo e também um implante de silicone de 280 mL em cada seio — veio da ajuda conseguida através de programas de TV.

— Eu tive que tirar dois nódulos em cada seio, e depois disso meus peitos murcharam um pouco. Coloquei silicone para eles voltarem a ser do jeito que eram. Eu já era peituda assim.

Beleza negra

A atual miss São Paulo, Silvia Novais, é também baiana e negra, como Jackqueline. Mas a representante de José Bonifácio acha que tem uma beleza diferente da de Silvia:

— A Silvia tem traços quase de branca. Eu tenho nariz de negra, bocão, é outra coisa.

Jackqueline usa apliques desde os 10 anos de idade. Há um mês, colocou megahair, mas reclama que “o dedo não entra no cabelo, a água não entra, é tudo muito estranho”.

Ela jura que o efeito sanfona não deixou nenhuma estria no seu corpo. Apesar do regime radical a que diz ter se submetido, a miss diz que adora comer e que cuida da saúde fazendo bastante atividade física: pratica capoeira há 14 anos e malha com regularidade. Afirma que não tem fotos da época de gordinha, porque se achava feia.

Formada em Recursos Humanos, atualmente estuda Relações Internacionais. O livro preferido da jovem é a Bíblia, e o ídolo é o estilista Clodovil, morto em 2009. O filme de que ela mais gostou é Amor Além da Vida, com Robin Williams.

A Band transmite hoje o Miss São Paulo para todo o Brasil, ao vivo, a partir das 22h.
 

r7

Notícias relacionadas

MEC anuncia regras para o Fies do segundo semestre de 2021

O Ministério da Educação publicou hoje (25), no Diário Oficial da União, as regras para o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referente ao segundo semestre de 2021. O cronograma de seleção,…

Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas

O governo federal vai pagar, na próxima quinta-feira (28), mais de R$ 248 milhões de auxílio emergencial para 196 mil pessoas. A portaria do Ministério da Cidadania foi publicada hoje…