O Ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes suspendeu nesta quarta-feira, 29, a nomeação de Alexandre Ramagem no cargo de diretor da Polícia Federal.

A decisão é liminar – ou seja, provisória – e foi tomada em ação movida pelo PDT, por meio do qual o partido tenta impedir a posse de Ramagem, que foi marcada pelo Palácio do Planalto para às 15h de hoje.

A alegação é de que ao indicar Ramagem para o posto, Jair Bolsonaro cometeu “abuso de poder”, com o objetivo de controlar a PF.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Auxílio emergencial poderá ser prorrogado ‘com outro perfil’, afirma secretário da Fazenda

O secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, afirmou que o auxílio emergencial, benefício destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, do Governo Federal poderá ser prorrogado por mais…

Último sorteio de maio da Mega Sena pagará R$ 38 milhões

Para quem sonha em ficar milionário, essa será a última oportunidade do mês para apostar na sorte grande. A Mega Sena realiza hoje, por volta de 20h, o último concurso…