A Paraíba o tempo todo  |

Lotérica devolve bilhete premiado

 Um ato de honestidade ajudou um mecânico a recuperar um bilhete da Mega Sena premiado nesta semana, em Santa Cruz do Sul, na Região do Vale do Rio Pardo do Rio Grande do Sul. O “sortudo”, o mecânico José Sedemir Rodrigues, derrubou o comprovante no chão de uma lotérica um dias antes do sorteio. O documento, no entanto, acabou sendo achado e devolvido por uma mulher que estava na fila do estabelecimento, como mostra reportagem do Bom Dia Rio Grande, programa da RBS TV.

 

Segundo os responsáveis pela lotérica, o bilhete foi entregue por ela a um dos caixas do local. No dia seguinte, os funcionários descobriram que a aposta estava premiada: Rodrigues acertou quatro números da Mega Sena e faturou cerca de R$ 800.

 

Câmeras de segurança flagraram o exato momento em que o apostador sai do caixa e derruba o bilhete no chão. Com a identificação do proprietário, uma corrente de solidariedade se formou para localizar o homem. As redes sociais ajudaram na busca.

 

A procura durou quase duas semanas, e terminou após amigos alertarem o apostador sobre a perda por telefone. “A gente fica muito feliz, com a lotérica e com os amigos, que lembraram de mim. Eu fiquei sabendo que eu perdi a aposta e os bilhetes quando cheguei em casa. Aí eu até comentei: nunca ganhei nada, não vai ser agora que eu vou ganhar”, disse o mecânico.

 

Segundo o sortudo, há mais de dois anos ele faz a mesma aposta. Rodrigues detalhou que o prêmio equivale a um mês inteiro de trabalho como mecânico. Atualmente, ele atua como vigilante, por falta de serviço.

 

“O sentimento é de missão cumprida, porque a gente estava ficando inquieto com um bilhete premiado dentro de casa sabendo quem era o dono”, afirmou Taiguara Ots, dono da lotérica.

 

 

G1

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM
    Veja Mais

    Opinião: Vidas que se doam!

    Em algumas partes do mundo alguém já pensou em enfraquecer o domínio e poder das polícias, principalmente em…

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe