A Paraíba o tempo todo  |

Justiça condena Globo e Faustão por piada de mal gosto ao vivo

A Justiça de São Paulo condenou a Rede Globo e o apresentador Fausto Silva a pagar indenização de R$ 40 mil à consultora de moda, Ana Lucia Zambon, por ofensa no programa Domingão do Faustão. Segundo a decisão do desembargador relator Miguel Brandi, o apresentador chamou a convidada de “Gisele Bucho” em alusão à modelo Gisele Bündchen.

 
 

No programa, Faustão entrevistava a atriz Carolina Dieckmann sobre estética e ditadura da magreza quando foi exibida a imagem da autora da ação, em contraponto com a da modelo. Segundo a decisão, a autora não autorizou referir-se a ela de maneira “jocosa causando-lhe dissabor indenizável”.

 

O juiz da 17ª Vara Cível da Capital, José Paulo Carmargo Magano, já havia decidido a favor da autora e determinou o pagamento da indenização no valor de R$ 133 mil por danos morais. Porém, a Rede Globo recorreu ao TJ-SP e os desembargadores aceitaram a decisão de primeira instância, mas reduziram o valor de indenização para R$ 40 mil.

 

De acordo com Magano, associar a imagem da autora à expressão “Gisele Bucho”, teve como finalidade “colocá-la no extremo oposto da famosa modelo, conhecida como uma das mulheres mais bonitas do mundo, foi no sentido de dizer ou incutir na ideia do telespectador que a demandante, consequentemente, era uma das mulheres mais feias do mundo”. Segundo ele, chamar a autora de “Gisele Bucho” situou-a como grotesca, vale dizer, ridícula”.

 

 

R7

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe