A Paraíba o tempo todo  |

Irmão de Juliana Paes continua preso

 Irmão da atriz Juliana Paes, Carlos Henrique Couto Paes continua preso no presídio Bangu 10, no Complexo Penitenciário de Gericinó. Ele foi detido no último sábado (9), depois de destruir um quarto de motel, no bairro Arsenal, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio.

O caso foi registrado na 74 ª Delegacia Policial (Alcântara) e de acordo com o boletim, Carlos Henrique entrou sozinho no motel na madrugada de sábado. Por volta das 10h, ele foi flagrado andando todo ensanguentado no corredor do estabelecimento por câmeras de segurança. Funcionários foram tentar socorrê-lo, mas foram ameaçados.

Após ver o quarto completamente destruído, o gerente do motel chamou a polícia. Os policiais tiveram dificuldade para controlar o irmão da atriz, conhecido como Junior, que com um soco quebrou o para-brisa da viatura. No boletim de ocorrência, os policiais descreveram Carlos Henrique como aparentemente drogado e revelaram que foi preciso dar um tiro para o alto a fim de acalmar o rapaz.

A Assessoria de Comunicação da Policia Civil confirmou o flagrante. Carlos Henrique foi preso pelos crimes de dano com violência a pessoa e dano ao patrimônio e, como as penas somadas ultrapassam a quatro anos de prisão, o delegado não estipulou fiança e por isso ele foi transferido direto para ao presídio.

Procurada pelo UOL, a assessoria de imprensa de Juliana Paes disse que a atriz não iria se manifestar sobre caso e que ela está de férias. No início da tarde desta terça-feira, o promoter David Brazil postou em sua rede social uma foto com Juliana em frente ao Arco de Triunfo, ponto turístico de Paris, na França.

A gerência de motel também foi procurada pela reportagem, que no primeiro momento negou a confusão, mas depois informou que não iria se pronunciar sobre o caso.

Uma pessoa próxima da família Paes revelou ao UOL que os parentes de Carlos Henrique evitam tocar no assunto até com as pessoas mais íntimas e que eles já entraram em contato com um advogado para pedir a liberdade provisória do barman.

Junior, de 28 anos, já tem uma anotação criminal em 2007, por porte e uso de drogas. Ele foi preso, mas respondeu em liberdade. O caso também foi registrado na 74ª DP.

 

UOL

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe