A Paraíba o tempo todo  |

Filha critica relação com Joelma

 Filha mais velha da cantora Joelma, da banda Calypso, Natália Sarraff, de 24 anos, fez críticas à relação com a sua mãe e disse que ela deveria ser um pouco mais presente. Natália, que é vocalista da banda Sarraff, quer seguir os passos da mãe e se realizar profissionalmente.

“Eu não penso ah, eu quero fazer sucesso, penso em me realizar profissionalmente, com o meu trabalho, poder realizar os meus sonhos”, disse Natália. “Eu vivo do meu trabalho, não recebo [nem apoio, nem ajuda financeira de Joelma]. Eu só queria o apoio, vai lá, minha filha. A gente não teve convívio de mãe e filha. Quando fui conviver com a minha mãe tinha 15 anos. [Mas] não deu certo. Fui e voltei”, relatou, durante entrevista ao “Domingo Show”, da TV Record.

Joelma engravidou de Natália aos 15 anos, mas a menina morou durante a maior parte do tempo com os avós paternos e maternos. “Muita gente me pergunta você sente mágoa?. Eu não sinto porque aquele carinho de mãe eu sinto pelos meus avós. Tanto é que a minha avó paterna é que eu chamo de mãe. Foi ela quem fez o papel de mãe”, contou. “Eu acho que ela [Joelma] deveria ser um pouco mais presente”, acrescentou.

Segundo Natália, a gravidez de Joelma não foi planejada. “Pelo que eu saiba, não [foi uma gravidez planejada]. Quando a minha mãe engravidou ela tinha 15 anos, era muito novinha. E ela não ficou com o meu pai. Desde a separação, os dois nunca mais se falaram”, revelou.

Embora tenha feito críticas, Natália Serraff diz que a considera como “mãe e amiga”, mesmo Joelma não a procurando. “Hoje a considero uma mãe e amiga. Quando eu quero um conselho eu ligo para ela”, concluiu.

A cantora do Tecnobrega, que completou 40 anos, elogiou os filhos durante participação no “Programa da Sabrina”, em maio. “Eu só tenho duas coisas na minha vida, e elas são preciosas e eu cuido com carinho, que são a minha família e o meu trabalho. E acabou”, resumiu Joelma, que tem três filhos e é casada com Chimbinha há cerca de 15 anos.

 

UOL

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe