Por pbagora.com.br

 A Polícia Militar do Espírito Santo informou que vai publicar, nesta terça-feira (14), em Diário Oficial do Estado, a instauração dos primeiros Inquéritos Policiais Militares (IPMs) e a demissão de 161 militares envolvidos no aquartelamento que teve início na sexta-feira (3).

As publicações são dos primeiros inquéritos instaurados de 703 policiais militares investigados.

As demissões têm prazo inicial de 30 dias para serem concluídas, segundo o governo.

Serão publicados os inquéritos de dois tenentes-coronéis; um major; e um capitão da reserva remunerada, segundo a Secretaria de Segurança Pública (Sesp).
Além disso, de acordo com a Sesp, serão publicados o “Procedimento Administrativo Disciplinar Rito Ordinário”, para quem tem menos de 10 anos de PM, ou Conselho de Disciplina, para quem tem mais de 10 anos de PM, de 161 policiais militares.

 

Foto: Paulo Whitaker/Reuters 

G1

Notícias relacionadas

Rachel Sheherazade processa Silvio Santos e exige R$ 30 milhões de indenização

Demitida através de um email no ano passado, a apresentadora e âncora Rachel Sheherazade quer R$ 30 milhões de indenização do SBT. A jornalista entrou com uma ação trabalhista na…

Caixa avalia antecipar saques do auxílio emergencial

Depois de antecipar em duas semanas, o saque da primeira parcela da nova rodada do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal poderá fazer o mesmo com as demais parcelas, disse…