Tomando como base o preço da cesta básica na cidade de São Paulo, de R$ 264,61 — valor mais alto entre as 17 capitais pesquisadas — o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) estima que o valor do salário mínimo em novembro deveria ter sido de R$ 2.222,99.

O salário mínimo considerado o ideal para atender as necessidades básicas de um trabalhador e sua família corresponde a 4,35 vezes o mínimo vigente de R$ 510,00. Em outubro, o mínimo era estimado em R$ 2.132,09, ou 4,18 vezes o piso em vigor. Já em novembro de 2009, o mínimo necessário ficava em R$ 2.139,06, o que representava 4,60 vezes o piso de então (R$ 465,00).

O valor estimado para o piso nacional considera a determinação constitucional, que estabelece que o salário mínimo deveria suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.

 

Estadão

com Jornal da Tarde

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 31 mi

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.215, realizado na noite desta quarta (11) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou. Veja as dezenas sorteadas: 01 – 19 – 21 –…

Encomendas internacionais: Receita exigirá CPF/CNPJ

A Receita Federal do Brasil exigirá, a partir de 1º de janeiro de 2020, que todas as encomendas e remessas internacionais possuam a identificação do CPF/CNPJ/Número do Passaporte do destinatário…