É possível afirmar que a tecnologia facilitou a vida de todas as pessoas que têm acesso a ela. Desde conteúdos de entretenimento até a manutenção da vida financeira, tudo está a apenas um clique de distância.

Qualquer um pode assistir a um vídeo no Youtube durante o trajeto para o trabalho ou
acessar a conta no banco, pagar faturas e boletos, por meio de um aplicativo no celular.
Para que isso tudo ocorra, são gerados e armazenados diversos dados a todo minuto.
Tudo o que é visto ou acessado através na internet está guardado em máquinas nos
servidores extremamente robustos. E elas podem ser encontradas em ambientes físicos e reais, chamados de data center.

Para manter esse ambiente em pleno funcionamento, permitindo que tantos sites e
aplicativos continuem ativos 24 horas por dia, alguns itens são fundamentais.

Desde um pé direito alto, para permitir a passagens de fios, até geradores de energia
potentes, quando se trata da infraestrutura de um data center, tudo deve ser pensando com muita atenção.

Nesse conteúdo são abordados os quatro itens essenciais para que um data center
funcione sem problemas.

Energia elétrica

Ter energia elétrica sem interrupção é um dos pontos mais cruciais do funcionamento de um data center.

Um grande apagão pode deixar uma cidade inteira na escuridão, e locais como data centers precisam continuar com energia elétrica, sem interrupções.

Uma queda, por mais breve que seja, pode causar grandes danos nos arquivos armazenados e gerar prejuízo para todos que se utilizam deles. Portanto, é uma reação em cadeia.

Uma vez que energia elétrica ininterrupta é primordial, as empresas de data center utilizam de diversos equipamentos como no-breaks, bancos de bateria e geradores de energia que garantem estabilidade energética para todos os aparelhos conectados.

Uma vez que energia elétrica ininterrupta é fundamental, é primordial a utilização de UPS (No-break) para mitigação deste risco. Além de garantirem uma estabilidade energética para todos os aparelhos conectados no data center, conseguem suprimir a falta de abastecimento por alguns instantes.

Associados aos UPS estão os grupos geradores a diesel ou gás natural. Estes equipamentos são essenciais para segurança energética, pois os UPS tem limitação de
autonomia (minutos) e uma falha prolongada da rede concessionária comprometeria o data center.

Em casos mais críticos, o gerador de energia assume todas as cargas do sistema até que o abastecimento da rede elétrica pública retorne, e tem papel inclusive na recarga das baterias que foram acionadas quando houve a queda de energia.

Alguns possuem equipamentos próprios e outros optam pelo aluguel de geradores de
energia. Neste caso, a empresa especializada assume 100% dos serviços de instalação,
manutenções preventivas e corretivas, monitoramento e depreciação do equipamento.

Segurança

Hoje em dia, ter acesso a dados é algo de grande valor, até mesmo, intangível. A perda
deles nem sempre é possível de ser recuperada.

Por isso, a segurança também é um item que não pode faltar. E vale para a circulação de

pessoas, para a proteção digital dos dados e para a manutenção do espaço físico.
Assim, os data centers possuem diversas portas de bloqueio, na maioria das vezes
submetidas ao controle biométrico.

Muitos funcionários também não têm acesso a todas as áreas do local, sendo permitida a livre circulação apenas para alguns responsáveis selecionados.

Além disso, é necessário também a presença de detectores de fumaça, capazes de
identificar a presença de chamas pequenas. Devem também ter extintores de incêndio, que dependendo de sua potência, podem acabar com o fogo em questão de segundos.
Mas, é claro, não pode faltar a segurança dos dados em si. Como dito anteriormente, dados são informações extremamente valiosas, por isso, há todo um grupo de profissionais que trabalham ininterruptamente para evitar invasões de hackers nos sistemas.

Refrigeração

Se um simples computador pode superaquecer após algumas horas de uso contínuo, a
situação é ainda mais grave com os diversos servidores de um data center.

Dessa forma, a manutenção da refrigeração também é um dos itens essenciais para o
funcionamento do local.

Além do chão suspenso, que permite uma circulação de ar no inferior das máquinas, há
uma robusta central de climatização para manter a temperatura interna do data center. A recomendação da ASHRAE – American Society of Heating, Refrigerating and Air
Conditioning Engineers – é que a temperatura ideal na entrada de ar dos equipamentos
críticos de TI esteja entre 18° C e 27° C com umidade relativa do ar entre 40 e 55%.

Backups

Como pode ser observado, os data centers são lugares extremamente protegidos. E,
mesmo com todas as precauções, ainda é preciso ter um backup, caso algum imprevisto aconteça.

Nesse caso, é extremamente importante garantir a redundância. No campo da Tecnologia de Informação (TI), esse conceito significa a duplicação dos elementos.
Em outras palavras, são cópias que podem ser acessadas em caso de falhas ou perdas de parte ou totalidade de algum material.

É possível realizar a redundância dos dados em si, dos sistemas, das redes e até mesmo
do próprio local físico do data center – ou seja, uma réplica de toda sua infraestrutura.
Tratando-se somente dos dados, é imprescindível que haja um backup dos arquivos na
nuvem – para que eles possam ser acessados mesmo após perdas ou falhas técnicas.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Degradação ambiental está na origem da pandemia, afirmam ambientalistas

Do colapso nos sistemas de saúde à ameaça de forte recessão econômica, são notórios os impactos negativos da pandemia do novo coronavírus na sociedade global. Mas o avanço da propagação…

Presidente do STF é internado com suspeita do novo coronavírus

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, foi internado para passar por uma cirurgia para drenagem de abscesso no sábado (23). Durante a internação, o ministro apresentou sinais…