Por pbagora.com.br

Em 21 Assembleias Legislativas do país, chega a 17 mil o número de cargos de confiança –criados sem concurso público- para deputados e setores administrativos das Casas. É o que revela reportagem de Fernando Barros de Mello, publicada neste domingo na Folha (a íntegra está disponível apenas para assinantes do jornal e do UOL).

O número de cargos de confiança no Brasil ganhou destaque no Senado após a descoberta da existência de 38 funções de diretores. Só a Mesa Diretora da Assembleia do Espírito Santo, com sete deputados, tem à sua disposição 503 cargos de confiança, média de 72 vagas por deputado.

Na lista de funções, há dentistas, barbeiros, fisioterapeutas e dentistas, por exemplo. É o caso do Legislativo do Ceará, onde 18 pessoas ocupam o cargo de cirurgião dentista, 12 fisioterapeutas e nove farmacêuticos.

Em média, os parlamentares têm direito a contratar até 18 pessoas. Em todos os Estados, as verbas para contratações vão de R$ 15 mil até quase R$ 90 mil. A maior verba é a do Distrito Federal, onde cada um dos 24 deputados pode contratar até 23 funcionários, tendo para isso R$ 88,7 mil mensais.

“Não está fora de cogitação elaborar um estudo completo, feito por uma entidade ou uma fundação, para fazer esse levantamento [sobre se a estrutura de funcionários é adequada]”, diz o presidente da Assembleia do Espírito Santo, deputado Elcio Álvares (DEM).

 

Folha

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vocalista do Roupa Nova passa por transplante de medula óssea

Diagnosticado com um linfoma, um câncer no sistema linfático, Paulinho, vocalista do Roupa Nova, passou por transplante de medula óssea autólogo, procedimento em que as próprias células-tronco do paciente são…

Acumulada, Mega-sena pode pagar R$ 50 milhões neste sábado

O Concurso 2.303 da Mega-Sena sorteia neste sábado (26) o prêmio acumulado de R$ 50 milhões. As seis dezenas serão sorteadas a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço…