A Paraíba o tempo todo  |

CPI da Covid aprova quebra de sigilo de Pazuello e membros do ‘gabinete paralelo’

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Os senadores da CPI da Covid votaram requerimentos e aprovaram, nesta quinta-feira (10), a quebra de sigilo telefônico e telemático do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e do ex-chanceler Ernesto Araújo, além de membros do chamado ‘gabinete paralelo’, que aconselham o presidente Jair Bolsonaro a seguir medidas negacionistas.

De acordo com informações da Rede Brasil Atual, foi aprovada a quebra de sigilo do médico Paolo Zanotto, do empresário Carlos Wizard, do assessor internacional da Presidência, Filipe Martins e de Luciano Dias Azevedo, apontado, em depoimentos na CPI da Covid, como o autor da minuta de decreto para alterar a bula da hidroxicloroquina.

Além destes, a médica e secretária de Gestão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como “Capitã Cloroquina”, também teve os sigilos telefônico e telemático quebrados.

Os senadores também aprovaram o acesso aos dados do secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos, Hélio Angotti Neto, e da diretora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Francieli Fontana Fantinato.

PB Agora

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe