Por pbagora.com.br

O Ministério das Relações Exteriores informou na tarde desta quarta-feira (5) que o corpo do economista carioca Gabriel Buchmann, de 28 anos, desaparecido no Maláui, na África, desde 17 de julho, foi encontrado.

Segundo a assessoria do Itamaraty, o corpo foi encontrado por equipes que faziam a busca por terra.

 

A família de Gabriel não quis comentar o fato. “Não queremos falar nada neste momento”, disse uma amiga de Gabriel.

 

A assessoria do Itamaraty acrescentou que a família, que mora no Rio, vai contratar um helicóptero para resgatar o corpo. A autópsia será feita no Maláui, mas ainda não se sabe como será o traslado para o Brasil.

Economista viajava desde julho de 2008

Gabriel Buchmann viajava desde julho do ano passado. Ele percorreu 26 países da Ásia, África e o Oriente Médio como preparativo para um doutorado sobre políticas públicas de apoio a populações pobres.

 

A namorada de Gabriel, Cristina Reis, viajou na última quarta-feira (29) para acompanhar as buscas pelo economista.

Corpo de Bombeiros seguia para ajudar nas buscas

Onze homens do Corpo de Bombeiros do Rio seguiram para a África para ajudar no resgate, mas segundo a assessoria de imprensa dos Bombeiros, eles deixaram o Rio na tarde de terça-feira (4) e ainda não haviam chegado no local.

 

Além deles, uma equipe canadense especialista em salvamento percorria a trilha do monte Mulanje em busca de Gabriel.

 

Amigos e parentes de Gabriel encontraram uma forma de ajudar nas buscas. Com espaço para doações e notícias, o blog “Ajude Gabriel Buchmann” atraiu mais de 200 colaboradores.

G1

Notícias relacionadas

Pesquisa mostra taxa maior de infecção de animais pela covid-19

Pesquisadores do Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Pesquisas Biomédicas do Hospital Naval Marcílio Dias, do Laboratório de Imunofarmacologia da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e médicos veterinários da Clínica…