Por pbagora.com.br

Um balanço da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), ligada ao Ministério da Integração Nacional, informou que as chuvas já provocaram 35 mortes nos estados do Ceará, Maranhão, Bahia, Alagoas, Sergipe, Pernambuco e Santa Catarina. Segundo o assessor da Defesa Civil na Paraíba, José Cardoso Filho, no Estado já foram contabilizadas duas mortes. Os casos foram registrados nos município de Aparecida e São João do Rio do Peixe.

Ontem (12) foi divulgado um relatório nacional que mostrou que as fortes chuvas causaram danos em 357 municípios de 13 estados e mais de 1 milhão de pessoas foram atingidas por alagamentos e deslizamentos. O número de mortos era maior, mas a Defesa Civil do Amazonas revisou os dados e verificou que algumas mortes não estavam relacionadas ou foram decorrentes das cheias.

Os registros mostram ainda que cerca de 100 mil pessoas ficaram desalojadas e mais de 99 mil desabrigadas.  A maioria das vítimas encontram-se alojadas em abrigos públicos. 
 

Mais de 40 barragens transbordam na Paraíba

Ao menos 43 barragens já transbordaram na Paraíba em razão dos fortes temporais que têm atingido o Estado desde o início de abril. Segundo a Aesa (Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba), outros 12 açudes públicos estão com volume d’água acima de 90% da capacidade máxima.

Os 123 mananciais monitorados pela Aesa no Estado acumulam 3,9 bilhões de metros cúbicos d’água, o que representa 87% da capacidade total de reserva hídrica. Equipes da Defesa Civil continuam a monitorar as regiões afetadas no sertão do Estado.

Também existem 200 famílias desabrigadas na cidade de Sousa (436 km de João Pessoa).
O governo do Estado decretou situação de emergência em vários municípios.

 

Milena Feitosa  /  Thiago Moraes

PB Agora

Deixe seu Comentário