Por pbagora.com.br

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), afirmou nesta quarta-feira (15) que a Câmara fará uma “disciplinação rigorosa” sobre os gastos com passagens aéreas feitos pelos deputados. Ele não quis marcar a data para que a Mesa Diretora decida sobre a nova regulamentação. Na semana passada, a Mesa havia decidido não regulamentar o tema, deixando a distribuição das passagens sob responsabilidade de cada deputado.

Temer afirmou que diante das novas denúncias sobre a utilização das passagens a regulamentação se tornou necessária. “As coisas vão acontecendo de acordo com os acontecimentos, então por isso nós vamos fazer uma disciplinação rigorosa sobre as passagens aéreas”.

O presidente da Câmara ressaltou que na reunião anterior da Mesa, apesar de não haver a regulamentação, foi restringido a um único funcionário por gabinete o controle da cota de passagem aérea. Na nova reunião, a intenção é disciplinar o que pode ser feito com a cota e, possivelmente, discutir até a sua redução.

Segundo Temer, a intenção é fazer uma regulamentação semelhante a que será feita no Senado. A Mesa Diretora daquela Casa se reunirá nesta quinta-feira (16) para debater o assunto. A intenção do Senado é cortar gastos com as passagens e disciplinar o uso.

Passagens para artistas

Temer afirmou ainda que irá encaminhar à Corregedoria da Casa as denúncias sobre o uso da cota de passagens aéreas pelo deputado Fábio Faria (PMN-RN). O parlamentar deu passagens de sua cota para a ex-namorada Adriane Galisteu e atores que participaram de seu camarote em uma micareta (carnaval fora de época) em Natal.

O deputado devolveu nessa terça-feira (14) R$ 21,3 mil referente a passagens aéreas. Ele afirmou que foram encontradas “falhas pontuais” nos gastos com a sua cota, o que motivou a devolução. Temer disse que aguarda as informações de Faria e enviará, posteriormente, o caso à Corregedoria. Caberá ao deputado ACM Neto (DEM-BA) apresentar um parecer sobre o caso à Mesa Diretora. Atualmente, não existe regra disciplinando como pode ser gasta a cota de passagem.

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: a vacina chegou, mas é preciso que cada um faça sua parte para que a pandemia seja sepultada

O Brasil acordou mais sorridente hoje. A Anvisa aprovou, de maneira emergencial, o uso das vacinas CoronaVac, produzidas pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, e AstraZeneca, desenvolvida pela…