A Paraíba o tempo todo  |

Calheiros nega uso de avião da FAB

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), negou nesta quinta-feira (4), por meio de nota oficial, ter usado uma aeronave da FAB (Força Aérea Brasileira) para fins pessoais em junho, conforme reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

Renan afirmou que o presidente do Senado tem direito ao uso do avião, assim como a presidente da República, e disse que “a viagem [..] foi para cumprir compromisso como presidente do Senado Federal, ou seja, compromisso de representação”.

Segundo a reportagem da Folha, Renan requisitou um avião para ir de Maceió (AL) a Porto Seguro (BA) para participar do casamento da filha mais velha de Eduardo Braga (PMDB-AM), líder do governo no Senado.

 

A aeronave de modelo C-99 saiu da capital de Alagoas às 15h do dia 15 de junho, um sábado, e teria retornado da Bahia às 3h do domingo seguinte. O jornal confirma as informações com a FAB.

O caso é semelhante ao do presidente da Câmara, deputado Henrique Alves (PMDB-RN), que deu uma carona a sete familiares no fim de semana passado. O grupo partiu de Natal (RN) com destino ao Rio de Janeiro (RJ) para acompanhar a partida final da Copa das Confederações, entre Brasil e Espanha, no estádio do Maracanã.

Leia abaixo a nota do senador Renan Calheiros na íntegra:

“NOTA

Em relação à publicação do jornal “Folha de São Paulo”, o senador Renan Calheiros esclarece que exerce cargo de representação por ser presidente de Poder, como presidente do Senado Federal.

É o mesmo que acontece com a Presidência da República, chefe do Poder Executivo. Não é, por exemplo, o que acontece com ministros de Estado. A viagem, portanto, foi para cumprir compromisso como presidente do Senado Federal, ou seja, compromisso de representação.

O Estado determina que seja assegurado aos presidentes dos três poderes transporte e segurança como previsto no Decreto 4.244 de 2002 e de acordo com a Constituição Federal.

Assessoria de Imprensa do Senador Renan Calheiros”

 

 

R7

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe