O presidente Jair Bolsonaro (PSL) teve a pior avaliação para um presidente eleito, em primeiro semestre de mandato, dos últimos tempos. A constatação é da pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo (07).

Pelo menos 30% dos entrevistados avaliaram a gestão dele ruim ou péssima. Os que consideram ótimo ou bom alcança 32% e regular 33%.  

O resultado vem um dia após o presidente se desculpar pelas caneladas que vem dando e admitir que não nasceu para ser presidente, e sim um militar.

No mesmo período de gestão, Fernando Collor era reprovado por 19%, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) somava 16% de índices ruim ou péssimo, Luiz Inácio Lula da Silva 10% e Dilma Rousseff 7%. A comparação com a série histórica não considera os primeiros trimestres de presidentes reeleitos.

A pesquisa, no entanto, mostra que 59% ainda acreditam que ele fará uma gestão ótima ou boa.

Na próxima quarta-feira Bolsonaro completa 100 dias à frente da Presidência da República com avaliações negativas também na classe política. Na Paraíba, por exemplo, a deputada estadual mais votada, Cida Ramos, do PSB, considera esse primeiro trimestre de Bolsonaro como desastroso.

 

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sindicalistas apelam para que Deputados aprovem PEC que transforma o Sistema Penitenciário em Polícia Penal

O Sindasp-PB, a exemplo de todas as entidades congêneres em todo o Brasil, está enviando carta-circular aos deputados e senadores da Paraíba, em particular, e, de um modo geral e através…

Polícia Civil faz buscas em endereços da deputada Flordelis

Policiais da Divisão de Homicídios do RJ que investigam a morte do pastor Anderson do Carmo cumprem nesta terça-feira (17) quatro mandados de busca e apreensão em endereços ligados à…