BRASÍLIA — O deputado e candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro ( PSL ) defendeu o uso da educação à distância desde o ensino fundamental.

Ele argumentou que esse tipo de metodologia pode ajudar a combater o “marxismo” nas escolas. Para Bolsonaro, o aluno poderia ir às escolas apenas para fazer provas e aulas práticas, a depender da disciplina.

O presidenciável reapareceu em Brasília nesta terça-feira, no primeiro dia de trabalho da Câmara desde a volta do recesso.

— Conversei muito sobre ensino a distância. Me disseram que ajuda a combater o marxismo. Você pode fazer ensino a distância, você ajuda a baratear. E nesse dia talvez seja integral — afirmou o presidenciável, ao ser questionado por jornalistas sobre propostas para a educação.

 

O Globo

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Empresa da PB é alvo de operação da PF que apura irregularidades em obras da transposição

A Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão, nesta quinta-feira (19), em João Pessoa, em uma operação que apura irregularidades em obras da transposição do Rio São Francisco.…

PF faz buscas no Congresso em operação que investiga senador Fernando Bezerra Coelho

A Polícia Federal fez buscas na manhã desta quinta-feira (19) no gabinete do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), líder do governo no Congresso. Também foi alvo o filho do senador,…