Por pbagora.com.br

BRASÍLIA — O deputado e candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro ( PSL ) defendeu o uso da educação à distância desde o ensino fundamental.

Ele argumentou que esse tipo de metodologia pode ajudar a combater o “marxismo” nas escolas. Para Bolsonaro, o aluno poderia ir às escolas apenas para fazer provas e aulas práticas, a depender da disciplina.

O presidenciável reapareceu em Brasília nesta terça-feira, no primeiro dia de trabalho da Câmara desde a volta do recesso.

— Conversei muito sobre ensino a distância. Me disseram que ajuda a combater o marxismo. Você pode fazer ensino a distância, você ajuda a baratear. E nesse dia talvez seja integral — afirmou o presidenciável, ao ser questionado por jornalistas sobre propostas para a educação.

 

O Globo

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Caixa abre 770 agências neste sábado para saques do Auxílio e FGTS emergenciais

Para atender beneficiários do Auxílio Emergencial e do Saque Emergencial do FGTS, a Caixa Econômica vai manter abertas 770 agências neste sábado (8), das 8h às 12h. O atendimento é voltado…

Instituto Legado seleciona mulheres negras para bolsas em curso MBA

Edital está aberto; as vagas são para formação EAD Em parceria com a Universidade Positivo, o Instituto Legado selecionará três mulheres negras para bolsas integrais no MBA em Gestão de…