A Paraíba o tempo todo  |

Assassina de empresário da Yoki reclama do tamanho de cela

A bacharel em direito Elize Matsunaga, 30, reclamou para policiais civis da cela de nove metros quadrados onde se encontra presa, a cadeia pública de Itapevi (Grande São Paulo), informa reportagem de André Caramante e Josmar Jozino.
 

Segundo os policiais, Elize comparou a cela com a cobertura onde vivia até ser detida. Ela disse que a cela é menor do que a cama em que dormiu antes de ser presa.
 
 

Elize está sendo investigada pela morte e esquartejamento do marido, Marcos Matsunaga, 42, um dos herdeiros da Yoki Alimentos. O casal tinha uma filha.
 

 

FOLHA 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe