Por pbagora.com.br

Nesta sexta-feira (17), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), usou suas redes sociais nesta sexta-feira (17) para condenar a  fala do secretário nacional de Cultura, Roberto Alvim, que gravou um vídeo com discurso semelhante ao do ministro de Adolf Hitler da Propaganda da Alemanha Nazista, Joseph Goebbels, antissemita radical e um dos idealizadores do nazismo.

“O secretário da Cultura passou de todos os limites. É inaceitável. O governo brasileiro deveria afastá-lo urgente do cargo”, defendeu Maia.

Nesta manhã, Alvim afirmou em post no Facebook que a semelhança entre as frases foi “apenas uma frase do meu discurso na qual havia uma coincidência retórica”.

O discurso de Goebbels consta do livro “Joseph Goebbels: Uma biografia”, do historiador alemão Peter Longerich.

Já a declaração de Alvim foi dada em vídeo postado na página da Secretaria Especial de Cultura no YouTube nesta quinta-feira (16), para divulgar um concurso nacional de artes.

PB Agora

Notícias relacionadas

Avião com doses da vacina bate em jumento em aeródromo da Bahia

Um avião da Casa Militar do Governador da Bahia, que fazia o transporte de doses da vacina contra a Covid-19 para a cidade de Ibotirama, no oeste do estado, se chocou…