Por pbagora.com.br

Nesta sexta-feira (17), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), usou suas redes sociais nesta sexta-feira (17) para condenar a  fala do secretário nacional de Cultura, Roberto Alvim, que gravou um vídeo com discurso semelhante ao do ministro de Adolf Hitler da Propaganda da Alemanha Nazista, Joseph Goebbels, antissemita radical e um dos idealizadores do nazismo.

“O secretário da Cultura passou de todos os limites. É inaceitável. O governo brasileiro deveria afastá-lo urgente do cargo”, defendeu Maia.

Nesta manhã, Alvim afirmou em post no Facebook que a semelhança entre as frases foi “apenas uma frase do meu discurso na qual havia uma coincidência retórica”.

O discurso de Goebbels consta do livro “Joseph Goebbels: Uma biografia”, do historiador alemão Peter Longerich.

Já a declaração de Alvim foi dada em vídeo postado na página da Secretaria Especial de Cultura no YouTube nesta quinta-feira (16), para divulgar um concurso nacional de artes.

PB Agora

Deixe seu Comentário