Em nota emitida na tarde desta quarta-feira (12), o vereador Marcos Henriques (PT), líder da bancada de oposição na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), prestou solidariedade ao vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia, que segundo o petista, foi vitima de “ataques equivocados e lamentáveis” por parte do advogado e ex-deputado Gilvan Freire, durante um programa transmitido pela Internet.

Luciano Mariz foi duramente criticado por Gilvan Freire por, durante a Cúpula Pan-Americana de Juízes, no Vaticano, ter afirmado que a prisão do ex-presidente Lula (PT) gerou “uma grande dor no Brasil” e que o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) trouxe “de volta um medo de um retrocesso político para a época de regimes militares”.

Na nota, o verador Marcos Henriques disse rechaçar "veementemente, os lamentáveis comentários proferidos pelo advogado Gilvan Freire, em oposição ao procurador, por considerá-los típicos e oriundos da preguiça intelectual dos que coligam com o senso comum e, em rota de colisão com a história.”

Confira nota do parlamentar de João Pessoa na íntegra:

NOTA

Pela presente Nota, gostaria de me pronunciar em apoio e solidariedade ao Vice-Procurador Geral da República, Luciano Mariz Maia, em face dos ataques sofridos por parte do advogado Gilvan Freire, por considerá-los equivocados e lamentáveis. A princípio, gostaria de enaltecer a coragem e a coerência do brilhante jurista que, orgulhando o Estado da Paraíba ocupa o segundo posto da Procuradoria Geral da República do Brasil, função que desempenha, sem a necessidade de fazer qualquer flexibilização de sua identidade ética e moral, sem abrir mão de princípios e, portanto de suas opiniões. O Dr. Luciano Mariz Maia, ousou, em palestra proferida no Vaticano e, em defesa da justiça, afirmar aquilo que a maioria do povo brasileiro já se deu conta, que o julgamento e a prisão do ex-presidente Lula foram frutos de uma farsa política e, portanto, causam grande dor ao Brasil e ao povo brasileiro. Não poderia esperar menos de um grande homem. 

Na oportunidade, rechaço, veementemente, os lamentáveis comentários proferidos pelo advogado Gilvan Freire, em oposição ao procurador, por considerá-los típicos e oriundos da preguiça intelectual dos que coligam com o senso comum e, em rota de colisão com a história, em grave contradição com sua identidade e, estando contaminado pela venenosa dissidia dos que, em coluio, produziram a maior farsa jurídica já vista no país, e, desprovidos de fundamentos argumentativos, preferem enveredar pelo desprezível ataque viu.

Lula é um preso político, vítima de uma trágica e vergonhosa página de nossa maculada história, cujos meios utilizados para o condenar foram forjados à margem da legalidade, ferindo de morte o estado democrático de direito e a democracia. Ao reconhecer isso, o procurador Luciano Mariz Maia eleva sua estatura, e honra sua biografia, merecendo nossa admiração e toda nossa reverência. Diferentes dos que se acovardaram, sentaram e estão até hoje chocando o “ovo da serpente”.

 

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Líder do G11 parabeniza RC e João pelo equilíbrio fiscal da PB e torce pela paz no jardim girassol

O líder do G11 na Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Júnior Araújo, comemorou a divulgação feita pela Secretaria do Tesouro Nacional citando o balanço das contas dos estados brasileiros e…

Presidente nacional do PSB quer reunião com João e RC em Brasília e defende unidade na sigla

O impasse interno no diretório estadual do PSB levantou a hipótese de que uma intervenção da Executiva nacional poderia ocorrer. No entanto, na manhã desta sábado, presidente nacional da sigla,…