João Pessoa, 20 de Outubro de 2017

07 de Outubro de 2017

Ricardo enterra tese sobre trocar nome para disputa estadual

Ricardo enterra tese sobre trocar nome para disputa estadual

PREGO BATIDO PONTA VIRADA. Em Mamanguape, onde cumpriu agenda administrativa, essa semana, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) enterrou a tese de que poderia trocar o nome do PSB para a disputa pela sucessão estadual e cravou o secretário João Azevêdo como o escolhido do partido.

A declaração veio quando um repórter da cidade perguntou quem era o candidato do governador. A resposta veio curta e rápida. “Meu candidato a governador é o candidato do PSB, e esse nome é João Azevêdo”, disse.

Ainda durante as declarações, Ricardo ratificou a intenção de permanecer até o final do mandato para repassar a gestão estadual a um governo que represente a linha que ele representa, com trabalho e responsabilidade.

“A ideia nossa é que a gente possa concluir esse mandato para que a gente possa, a partir do nosso sucessor, ter uma condição e um conjunto de demandas bem menor do que eu tinha quando eu assumi. O próximo governo continuando essa linha que eu represento, continuando o projeto político, vai poder fazer muito mais pela Paraíba, porque vai encontrar um estado muito mais estruturado e organizado. Estou lutando para que a Paraíba eleja alguém com responsabilidade de fazer muito mais do que eu fiz”, ressaltou.

Para Coutinho, entregar o Estado nas mãos daqueles que só pensam em projetos individuais, é colocar a Paraíba novamente no atraso.

“Vou lutar para que a Paraíba eleja alguém com capacidade, com inteligência, com comando, com responsabilidade, para continuar e fazer muito mais do que eu tenha feito. Eu repito, a pior coisa para a Paraíba seria voltar a uma época em que nada acontecia, a não ser para aquele pequeno círculo em torno do poder, para os mesmos de sempre, e nós quebramos isso e quebraria mais ainda, porque essa é a função da política, republicana, que tenha a capacidade de olhar para um Estado como um todo. A Paraíba não pode ser só João Pessoa e Campina Grande e com eles, nem isso era e nós conseguimos estabelecer um ritmo adequado, mesmo com as dificuldades”, arrematou.


PB Agora



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.