João Pessoa, 20 de Outubro de 2017

28 de Setembro de 2017

Prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, rebate críticas de adversários

 Prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, rebate críticas de adversários

Em entrevista coletiva dada a imprensa na manhã desta quinta-feira (28), na sede do Paço Municipal, o prefeito de Sousa Fábio Tyrone (PSB), acompanhado do seu vice Zenildo Oliveira (PSD) e aliados, rebateram entre outros temas as denúncias do líder da oposição na Câmara da cidade, Cacá Gadelha de muitas contratações de prestadores de serviço na atual gestão. Segundo Tyrone o governo anterior, tinha servidores para não trabalhar. “Eram três vezes mais servidores que a atual gestão”, disse.

De acordo com o prefeito, a gestão passada tinha três vezes mais prestadores de serviço que a sua gestão, além disso não trabalhavam. Segundo o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), via seu Sistema de Acompanhamento Online (Sagres), na gestão passada a prefeitura tinha cerca de 700 servidores indicados pelo prefeito, a atual gestão reduziu esse número para 300 servidores contratados.

“Eles tinham três vezes mais prestadores de serviço e não conseguiam pagá-los. Não pagou nem outubro, nem novembro e dezembro dos comissionados e efetivos. Já nós temos servidores trabalhando. Porque aqui só recebe quem trabalha e recebe em dia. Essa é a diferença. Não existe contratação para não trabalhar e se percebermos cortaremos”, disse o prefeito, destacando que quem não trabalhar seja aliado ou adversário será banido da gestão.

Fábio ressaltou que seu compromisso e de Zenildo é de trabalhar. “A gente não brinca de fazer gestão, o atual volume de inaugurações mostra isso. Não contratamos gente para bater palma para o prefeito, nem fazer palanque”, afirmou Tyrone.



Redação



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.