João Pessoa, 22 de Novembro de 2017

13 de Setembro de 2017

Presidente do PT/PB defende Constituinte Exclusiva no Brasil

Presidente do PT/PB defende Constituinte Exclusiva no Brasil

O presidente do PT/PB, Jackson Macedo defendeu que seja realizada uma Assembleia Constituinte Exclusiva no Brasil, em entrevista concedida a um programa de TV local nesta quarta-feira (13). Para ele, os presidentes das Casas Legislativas como Câmara dos Deputados e Senado, assim como o presidente Michel Temer, não têm legitimidade, o que coloca o país em uma crise institucional sem precedentes.

Em sua opinião, além do processo eleitoral para renovação dos quadros do Legislativo e da Presidência da República, é preciso que haja uma Assembleia Constituinte Exclusiva, com representantes da sociedade, para discutir o que precisa ser reformulado no atual sistema político do país. As representações participantes dessa Assembleia seriam de todas as esferas da sociedade, desde movimentos sociais a empresários.

Para Jackson, essa seria uma alternativa ao cenário de turbulência institucional vivenciada no país, reordenando a legalidade instituída, atualmente com representantes ilegítimos nas Casas Legislativas e no Executivo.

O presidente do PT/PB acrescentou ainda que o PT deverá estar alinhado com os demais partidos de esquerda do campo progressista, aqueles que se dispuseram na luta contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, a exemplo, na Paraíba, do PSB. "Em se tratando de palanque, vamos subir com aqueles que defenderam as ideias progressistas, aqueles que foram contrários ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff", disse.

Outro ponto tratado por Jackson é o projeto do PT/PB de eleger o primeiro Senador do partido no Estado, que represente as ideias da esquerda e dos demais partidos do campo progressista. Para isso, ele afirma que o deputado federal Luiz Couto já colocou seu nome à disposição do partido.

Jackson criticou os partidos de centro, a exemplo do Democratas e do PPS que, em sua opinião, rasgaram a Constituição ao votar a favor do impeachment contra a presidente legitimamente eleita Dilma Rousseff.




Redação



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.