João Pessoa, 22 de Novembro de 2017

14 de Setembro de 2017

RC destaca questão de gênero na chapa; nomes de Ana e Lígia ganham força

RC destaca questão de gênero na chapa; nomes de Ana e Lígia ganham força

Em Campina Grande, onde cumpriu agenda administrativa nesta quarta-feira (13), o governador Ricardo Coutinho (PSB) também falou de política, eleições 2018 e revelou algumas novidades. Uma delas é que a questão de gênero também irá pesar na escolha da chapa majoritária do PSB, nas eleições de 2018, que pode ser representado através do vice, assim como aconteceu nas últimas eleições em que o PSB disputou a majoritária.

Em 2014, Ricardo Coutinho teve a médica Lígia Feliciano (PDT) como companheira de chapa. Já em 2016, em João Pessoa, foi a professora Cida Ramos (PSB) que teve o deputado Wilson Filho (PTB) compondo a majoritária.

Se dessa vez o vice virá de Campina Grande, assim como aconteceu nas últimas disputas estaduais na Paraíba, em 2010, com Rômulo Gouveia (PSD) e em 2014, com Lígia, Ricardo não garantiu, apesar de destacar a importância dos dois maiores colégios eleitorais do Estado.

“Evidentemente que João Pessoa e Campina Grande são os dois maiores colégios e evidentemente que eu tenho um olhar que nós temos grandes nomes. Mas eu não vou citar nenhum nome porque já vão dizer que eu estou lançando nome. Eu não lancei nome de ninguém, apenas concordei com o nome que vocês lançaram e já vai sair daqui uma manchete, vocês imaginem se eu falar em nome de vice ou da vice, porque também é importante você olhar essa questão de gênero, esse é um ponto que deve ser pesado”, disse.

A entrevista de Ricardo foi concedida ao programa A hora do Povo. Lá, por trás das câmeras, assistiam a entrevista o secretário João Azevêdo (PSB) e também a secretária Ana Cláudia Vital do Rêgo (PMDB), que, por sua vez, é um dos nomes que ganha força, ao lado do nome de Lígia Feliciano (PDT), para figurar na vice do PSB, nas eleições de 2018.

PB Agora



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.