João Pessoa, 23 de Novembro de 2017

13 de Setembro de 2017

Criação de hospitais para idosos é defendida na PB

Criação de hospitais para idosos é defendida na PB

 Frei Anastácio defende criação de hospitais para idosos na Paraíba

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) encaminhou projeto de indicação ao governador do estado solicitando a implantação de um Programa de Hospitais para Idosos no Estado da Paraíba, com unidades de saúde regionais em João Pessoa, Campina Grande e Patos, que funcionarão em convênio com os municípios.

“Como deputado, não posso apresentar projeto de lei propondo a criação desse programa, já que é prerrogativa do Poder Executivo. Dessa forma, nosso mandato está encaminhando o projeto para que o governo do estado encaminhe para a Assembleia Legislativa”, explicou o deputado.

Frei Anastácio relatou que a criação desse programa é uma forma de dar mais atenção aos idosos, com casas de saúde especializadas. “A Paraíba, proporcionalmente falando, é o terceiro estado brasileiro com o maior número de idosos. Dessa forma, é preciso uma atenção especial para esse público que tanto precisa de um atendimento diferenciado”, disse.

O parlamentar lembra que o governo do estado já tem um projeto importante, destinado aos idosos, que é a construção de casas, através do programa “Cidade Madura”. “Precisamos avançar com mais esse programa que cria hospitais destinados ao atendimento pleno aos idosos. Um atendimento que garante a prevenção, promoção e recuperação da saúde, incluindo a atenção especial às doenças que, particularmente, afetam os idosos. Garantir atendimento médico-hospitalar em instalações de saúde próprias, adequadas às especificidades da condição de idoso”, destacou.

Tragédia do Lar do Garoto

Frei Anastácio também registrou na tribuna da Assembleia, a realização de uma audiência pública, na OAB, em Campina Grande,nesta quarta-feira (13), sobre os 100 dias da tragédia do Lar do Garoto, em Lagoa Seca, quando sete adolescentes morreram numa rebelião. “O nosso mandato participa da audiência para debater o que foi feito e o que precisa avançar para dar mais condições de ressocialização dos internos daquela unidade.

Estarão reunidos, além do nosso mandato, o comitê de prevenção e combate a tortura da Paraíba, Ministério público, OAB, Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente. Será apresentado um relatório que foi elaborado por um grupo de trabalho sobre o ocorrido.




Redação




Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.