João Pessoa, 23 de Setembro de 2017

17 de Julho de 2017

Mais de 20 mil alunos da UEPB retornam as aulas

Mais de 20 mil alunos da UEPB retornam as aulas

Após três meses de greve, os professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), retornam as aulas nesta segunda-feira (17), para a conclusão do período 2016,2. Os servidores técnicos administrativos que também estavam em greve, também retornam as atividades nos oito Câmpus da instituição. Eles votaram pelo fim das paralisações na última terça-feira (11).

Com a decisão dos professores efetivos, os professores substitutos também retomam as atividades nesta segunda-feira, visto que receberam da Reitoria a garantia de que terão seus contratos renovados para concluir o semestre.


Os professores da Universidade Estadual da Paraíba decidiram suspender a greve, na última quinta-feira (19).


A greve afetou mais de 24 mil alunos nos Câmpus da instituição em Campina Grande, Lagoa Seca, Catolé do Rocha, Araruna, Guarabira, João Pessoa e Monteiro


Por conta da greve, o período 2018.1 só deve começar no ano de 2019, deixando o calendário de aulas com um ano de atraso. A previsão com base no calendário letivo é do reitor em exercício Flávio Romero. Neste mês de julho, a UEPB ainda está a 18 dias de conseguir terminar o período 2016.2


O desafio da Reitoria agora é colocar o calendário acadêmico em ordem.


A proposta que vai ser encaminhada pela Pró-Reitoria de Graduação ao Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) encerrando o período no dia 20 de agosto, prazo final para registro das notas dos alunos. Se esse calendário for aprovado, as matrículas do período 2017.1 acontecem no dia 21 de agosto, com aulas iniciando no dia 28.


Segundo a assessoria de imprensa da Associação dos Docentes da UEPB, (Aduepb), a pauta da greve incluia a exigência de que o Governo do Estado cumpra o orçamento de R$ 317 milhões; que abra negociações das perdas salariais de professores; e exigindo o cumprimento da lei de autonomia da UEPB.



PB Agora



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.